Banco Central Europeu aumenta taxa de juros para 1,25%

Image caption Foi a primeira elevação dos juros em quase três anos na zona do euro

O Banco Central Europeu (BCE) elevou as taxas de juros da zona do euro pela primeira vez desde julho de 2008, passando de 1% para 1,25%.

As taxas vinham sendo mantidas a 1% havia quase dois anos devido à crise econômica global.

O anúncio da elevação dos juros vem pouco depois que a Comissão Europeia decidiu aumentar sua previsão de inflação para 2,2% na zona do euro - número acima da meta do Banco Central Europeu.

No entanto, há temores de que o aumento na taxa de juros cause mais problemas para as economias mais fracas da zona do euro, como Irlanda e Portugal.

Na quarta-feira, o governo português pediu ajuda financeira à União Europeia.

Preocupação com inflação

O aumento das taxas de juros na zona do euro já era esperado pelo mercado financeiro e pode marcar o início de uma série de elevações nos juros por parte do Banco Central Europeu (BCE). O que ainda permanece uma incógnita é até que ponto as taxas de juros podem subir.

Analistas dizem que o BCE estava preocupado com o impacto da alta nos preços do petróleo e dos commodities nos índices de inflação.

"A inflação está acima da meta deles e eles estão preocupados que ela continue acima da meta por um bom tempo", diz Ken Watrett, economista no BNP Paribas.

"Eu acho que é o começo de uma série (de elevações dos juros), mas acho que (o presidente do BCE) Trichet vai tentar abrandar as expectativas do mercado, que já estão ajustadas a novas altas no futuro", diz o especialista em juros do Lloyds Eric Wand.

Notícias relacionadas