Especialistas tentam encontrar restos mortais de modelo da Mona Lisa

AFP Direito de imagem BBC World Service
Image caption Há séculos a identidade da modelo é discutida

Uma equipe de pesquisadores na Itália iniciou nesta quarta-feira buscas pela sepultura da mulher que pode ter posado para o quadro Mona Lisa de Leonardo da Vinci, na esperança de comprovar sua identidade.

Os pesquisadores usam um radar nos 900 m² de um convento na cidade de Florença onde acreditam que a mulher, Lisa Gherardini, está sepultada.

Caso o crânio seja encontrado, seu rosto poderia ser reconstruído e comparado à obra do pintor renascentista.

Há séculos se especula sobre a identidade da modelo retratada em uma das pinturas mais famosas do mundo.

Carbono 14

A equipe descobriu a certidão de óbito de Gherardini, que sugere que ela foi enterrada no local em 1542.

A idéia é, se o corpo for encontrado durante a busca programada para durar três dias, usar a técnica do carbono 14 para comprovar a idade dos ossos.

Mas alguns especialistas acreditam que, mesmo se os restos mortais forem encontrados, eles devem estar muito danificados para permitir a reconstrução do rosto.

O nome de Lisa Gherardini é há muito tempo associado ao trabalho de Da Vinci.

Ela era a esposa de um rico mercador de seda chamado Francesco del Giocondo. A pintura é, há séculos, conhecida na Itália como La Gioconda.

Além disso, um biógrafo de Da Vinci do século 16 escreveu que o pintor fez um quadro da esposa de Giocondo.

Notícias relacionadas