Oriente médio

Vídeos mostram imagens que seriam de repressão a protestos na Síria

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Imagens publicadas no site YouTube mostram o que seriam manifestantes sírios sendo alvo de tiros das forças de segurança do governo.

Os vídeos teriam sido feitos na última sexta-feira, dia mais violento desde o início dos protestos na Síria, quando pelo menos 70 pessoas foram mortas.

Os manifestantes pedem reformas democráticas e exigem a saída do presidente Bashar Al-Assad, que está no poder há quase 11 anos.

BBC

Vídeos teriam sido feitos no dia mais violento desde o início dos protestos

Na cidade de Deraa, no sul do país, um cinegrafista amador registrou a violência de cima de um prédio. Ele descreve o som de artilharia pesada e de aviões sobrevoando a cidade.

A veracidade dos vídeos não pode ser confirmada de forma independente, já que o governo sírio não permite a entrada de jornalistas estrangeiros.

Grupos de defesa dos direitos humanos alegam que mais de 400 pessoas já foram mortas na Síria desde março, quando começaram os protestos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.