IPCA dos últimos 12 meses ultrapassa teto da meta do governo

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,77% em abril, acumulando uma variação de 6,51% nos últimos 12 meses - acima do teto da meta estabelecida pelo governo, de 6,5% -, segundo informou nesta sexta-feira o IBGE.

O IPCA de abril ficou 0,02 ponto percentual abaixo do registrado em março (0,79%). Nos 12 meses imediatamente anteriores a abril, o índice ficou em 6,30%, de acordo com o IBGE.

Em abril de 2010, a taxa havia ficado em 0,57%. No acumulado em 2011, a inflação oficial está em 3,23%, 0,58 ponto percentual acima do mesmo período de 2010 (2,65%).

O governo estabeleceu 4,5% como centro da meta de inflação para 2011, com tolerância de dois pontos percentuais para baixo (2,5%) ou para cima (6,5%).

Transporte foi o grupo com maior alta de preços em abril, com 1,57%, índice quase idêntico ao de março (1,56%).

Os combustíveis, com alta de 6,53% no mês, foram responsáveis por 0,3 ponto percentual do IPCA de abril.

A variação do grupo Alimentos caiu de 0,75% em março para 0,58% em abril, totalizando uma alta de 2,74% nos quatro primeiros meses do ano.

Dentre os alimentos que tiveram maior alta em abril, estão a batata inglesa (17,71%) e o feijão carioca (9,79%).

Entre as regiões metropolitanas pesquisadas, Curitiba teve a maior variação do IPCA em abril, com 1,23%. Belém, com 0,4%, ficou com o menor índice.