Torcedor invade campo e agride treinador na Escócia

Ataque contra o treinador do Celtic, Neil Lennon (PA) Direito de imagem PA
Image caption Neil Lennon passou a receber proteção especial depois de ter sido alvo de ameças com pacotes explosivos

Um torcedor invadiu o gramado e agrediu o técnico de um dos principais times da Escócia, o Celtic.

Neil Lennon, que esteve recentemente nas manchetes dos jornais britânicos por ter recebido ameaças e supostas cartas-bomba, foi atacado na quarta-feira à noite, durante uma partida realizada no estádio de Tynecastle, em Edimburgo.

O Celtic haviam acabado de marcar o segundo gol contra os rivais Hearts, aos quatro minutos do segundo tempo, quando um homem que estava entre os torcedores dos Hearts pulou o alambrado, invadiu o gramado e partiu para cima de Lennon.

Ele se atracou com o técnico, mas acabou sendo contido e jogado ao chão. Em seguida, foi preso e escoltado por policiais para fora do estádio.

Parecendo estar um pouco atordoado, o técnico escapou ileso e viu sua equipe triunfar por 3 a 0 contra o rival, válida pela Liga Escocesa.

O ataque é o mais recente episódio de violência sectária no futebol escocês.

Lennon passou a receber proteção especial desde abril, depois de duas tentativas de envio de pacotes com artefatos explosivos dirigidos a ele.

Dois homens foram presos recentemente, em conexão com esses incidentes.

O Celtic, de Glasgow, é um dos mais antigos e tradicionais clubes de futebol do mundo e sua torcida é predominantemente católica. Ele foi campeão escocês 42 vezes.

O seu principal rival é outro time antigo e tradicional, o Rangers, também de Glasgow, que foi campeão escocês 53 vezes e é o clube com maior número de títulos de liga nacional principal do mundo. Os torcedores do Rangers são predominantemente protestantes.

As duas equipes dominam a história do futebl escocês (foram campeões 95 vezes, as outras equipes juntas conquistaram 19 títulos), têm as maiores torcidas do país e nutrem o que muitos consideram a mais tradicional rivalidade do mundo dos esportes, um reflexo de profundas diferenças religiosas, sociais e políticas no norte da Grã-Bretanha.

O Hearts é de Edimburgo, e seus torcedores são majoritariamente protestantes.

Notícias relacionadas