Donald Trump desiste de concorrer à Presidência dos EUA

Donald Trump (arquivo/Getty Images) Direito de imagem BBC World Service
Image caption Trump disse não estar pronto para abandonar o setor privado

O magnata do setor imobiliário Donald Trump anunciou nesta segunda-feira que não pretende concorrer à Presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2012.

Em um comunicado, Trump, que também é um astro da TV americana, onde comanda o reality showCelebrity Apprentice (versão de O Aprendiz realizada com pessoas famosas), disse que não está pronto para deixar o setor privado, sua "grande paixão".

"Esta decisão não foi fácil ou sem pesar", disse Trump no comunicado, ao mencionar o apoio que sua possível candidatura, pelo Partido Republicano, recebeu e continua recebendo.

"Eu mantenho a forte convicção de que, se fosse concorrer, eu poderia vencer as primárias e, por fim, as eleições gerais", afirmou.

Acreditava-se que Trump iria anunciar oficialmente sua candidatura no próximo dia 25, em Nova York.

No entanto, segundo analistas políticos americanos, Trump pode ter mudado de ideia diante da decisão da rede de TV NBC de renovar seu programa por mais uma temporada, o que teria forçado o bilionário a escolher entre suas ambições políticas e carreira como astro de TV.

A NBC já havia afirmado que, caso Trump decidisse concorrer à Presidência, escolheria outro nome para substituí-lo no comando do reality show.

Polêmica

Durante os meses nos quais cogitou lançar sua candidatura, Trump causou polêmica ao adotar como uma de suas principais bandeiras de campanha a exigência de que o presidente Barack Obama provasse que realmente nasceu nos Estados Unidos.

Pesquisas iniciais de intenção de voto mostravam o nome de Trump entre os primeiros colocados na preferência dos eleitores dentro da lista de prováveis candidatos republicanos.

De acordo com analistas políticos, porém, a notícia da desistência de Trump deverá ser recebida com alívio entre estrategistas do Partido Republicano.

O temor dentro do partido, segundo analistas, era que a candidatura de Trump acabasse servindo como distração e prejudicando a campanha de candidatos republicanos considerados mais sérios e tradicionais.

Na semana passada, o ex-presidente da Câmara dos Representantes Newt Gingrich e o congressista Ron Paul anunciaram oficialmente suas candidaturas à indicação do Partido Republicano para concorrer à Presidência.

Trump é o segundo potencial candidato republicano a desistir da corrida presidencial nos últimos dias. No último sábado, o ex-governador do Arkansas Mike Huckabee também anunciou que não vai concorrer.

Do lado dos democratas, o presidente Barack Obama já anunciou que disputará a indicação do partido para concorrer à reeleição.

Notícias relacionadas