Caixa de charutos do capitão do Titanic é leiloada por 25 mil libras

Caixa de charutos do capitão do Titanic (foto: Cato Crane Auctioneers)
Image caption Caixa ficou esquecida em casa perto de Liverpool durante 20 anos

Uma caixa de charutos que pertencia ao capitão do Titanic foi vendida em um leilão em Liverpool por 25 mil libras (mais de R$ 65 mil).

A caixa de nogueira foi descoberta esquecida na casa de Hilary Mee, em Merseyside, perto de Liverpool.

Mee não sabia que o objeto estava ligado ao navio naufragado em 1912, apesar de a caixa ter ficado em sua casa por 20 anos.

O porta-charutos foi encontrado pelo leiloeiro John Crane, da Casa de Leilões Cato Crane, de Liverpool, quando ele foi convidado pela família para avaliar uma série de objetos antigos.

Emblema

A caixa tem o emblema da companhia de navegação White Star, proprietária do navio, e também as iniciais do capitão do Titanic, Edward John Smith.

Inicialmente, John Crane não conseguia decifrar o significado das iniciais, apenas depois ele percebeu que eram do capitão do navio naufragado.

Hilary Mee, por sua vez, afirmou que a caixa está com sua família há várias gerações e teria sido dada ao pai dela por familiares da viúva de Edward John Smith, Sarah.

A caixa foi projetada para guardar 40 charutos Havana.

O Titanic afundou em sua viagem de inauguração, de Southampton, na Grã-Bretanha, para Nova York, nos Estados Unidos, em abril de 1912, provocando a morte de mais de 1.500 pessoas.

O navio afundou a cerca de 650 quilômetros da costa de Newfoundland, no Canadá, duas horas após se chocar com um iceberg.

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet