Desemprego em abril é o menor para o mês desde 2002, diz IBGE

O desemprego no Brasil ficou em 6,4% em abril, a menor taxa para o mês desde 2002, segundo informou, nesta quinta-feira, o IBGE.

O índice ficou praticamente estável em relação a março (6,5%) e representa queda de 0,9 ponto percentual em relação a abril do ano passado.

Segundo o IBGE, a população desocupada em abril era de 1,5 milhão de pessoas - número estável em relação ao mês anterior, mas 10,1% inferior a abril de 2010, quando havia 173 mil pessoas a mais sem emprego.

A população ocupada - 22,3 milhões de pessoas - também ficou estável em relação a março. Mas o número é 2,3% mais alto do que em abril de 2010, representando 492 mil pessoas ocupadas a mais do que no ano passado.

O número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado em abril era de 10,8 milhões, praticamente idêntico ao de março, informou o IBGE.

Na comparação com abril de 2010, houve aumento de 6,8%, ou 686 mil postos de trabalho a mais.

O IBGE disse ainda que o desemprego não teve variação significativa em nenhuma das seis regiões metropolitanas pesquisadas, quando comparado com março de 2011.

Entre março e abril, houve queda em Recife (1,6 ponto percentual), no Rio de Janeiro (1,1 ponto percentual) e em Porto Alegre (0,8 ponto percentual) e estabilidade nas demais regiões.

Em comparação com abril de 2010, a taxa de desemprego teve quedas significativas em Recife (16,2%) e no Rio de Janeiro (18%).