Ataque suicida mata chefe da polícia do norte do Afeganistão

AP Direito de imagem BBC World Service
Image caption Daud combateu os soviéticos nos anos 80 e depois o Talebã

O chefe da polícia do norte do Afeganistão foi morto neste sábado em um ataque suicida na sede do governo da província de Takhar.

O general Mohammad Daub Daub é uma das sete pessoas mortas no ataque assumido pelo Talebã.

O homem-bomba, vestido de policial, detonou seus explosivos durante reunião do comando afegão com oficiais da Otan.

O porta-voz do governo local disse que três soldados alemães foram mortos na explosão, mas a informação não foi confirmada pela Otan.

Importância

Daub é o mais alto integrantes do governo afegão morto pelo Talebã este ano.

Ele foi um comandante militar da Aliança do Norte, grupo de forças afegãs que combateu o Talebã em 2001. Na década de 1980, ele lutou contra a ocupação soviética do Afeganistão.

O ataque aconteceu em uma área considerada relativamente segura, o norte do país.

O correspondente da BBC Paul Wood na capital afegã, Cabul, disse que o ataque do sábado é uma vitória em termos de propaganda para o Talebã e um duro golpe para o governo.

Notícias relacionadas