Ideli diz que será 'firme mas afável' nas Relações Institucionais

Ideli Salvatti durante posse na Secretaria de Relações Institucionais (Reuters) Direito de imagem Reuters
Image caption 'Meu trabalho será conversar, conversar, conversar', diz ministra

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse nesta segunda-feira, durante a cerimônia em que tomou posse, que “será firme nos princípios e afável na abordagem” no novo posto, responsável pela articulação política do governo.

“Minha vida política foi marcada pelo excesso de paixão, mas aprendi muito”, disse Ideli, no evento em que trocou de cargo com Luiz Sérgio, que agora assume o Ministério da Pesca e Aquicultura.

Líder do governo no Senado durante a gestão de Luiz Inácio Lula da Silva, Ideli notabilizou-se por defender o governo em duros embates no Congresso, como durante o escândalo do mensalão.

“Meu trabalho será conversar, conversar, conversar, negociar (…). Minha missão é garantir o bom diálogo entre o Parlamento e o governo.”

A troca de cargos entre Ideli e Luiz Sérgio põe fim ao rearranjo iniciado com a demissão, na semana passada, do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, até então o principal articulador político do governo.

Com a substituição de Palocci pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), considerada uma política com perfil de gestora, já haviam surgido rumores de que Luiz Sérgio deixaria a Secretaria das Relações Institucionais, já que a base aliada estaria insatisfeita com sua interlocução com o governo.

Dicotomia

Em resposta à crítica de membros da base aliada de que seu governo privilegia a capacidade técnica em detrimento da política, a presidente Dilma Rousseff disse não ver “dicotomia entre governo técnico e político”.

“Sem dúvida, a afinidade do meu governo com a política se manifesta pelo imenso respeito ao Congresso e ao Judiciário. A importância que meu governo atribui à atividade política se reflete na compreensão de que a continuidade das transformações necessárias ao desenvolvimento econômico e social do Brasil só pode nascer da articulação de interesses e afinidades”.

Ela agradeceu Ideli e Luiz Sérgio pelo trabalho no governo e disse que ambos têm valores que considera “fundamentais na atividade política: capacidade de diálogo, senso de justiça e ética e correção”.

Luiz Sérgio, que assume o Ministério da Pesca, afirmou em seu discurso que, na Secretaria das Relações Institucionais, fez “o que era possível, dentro do raio de ação da pasta”.

Disse ainda que assume o novo posto com o desafio de tornar o Brasil um dos maiores produtores mundiais de peixe.

Pouco antes, ouviu de Ideli um apelo: “cuide bem dos peixinhos”.

Notícias relacionadas