Após cinco meses internada, deputada baleada nos EUA tem alta

Direito de imagem AP
Image caption Giffords foi atingida na cabeça com um tiro à queima-roupa

A deputada americana que havia sido baleada durante um evento público em janeiro teve alta nesta quarta-feira, após uma melhora no seu estado de saúde.

Gabrielle Giffords foi atingida na cabeça com um tiro à queima-roupa quando um atirador disparou contra ela e outras pessoas que participavam do evento em Tucson, no Arizona. Seis pessoas morreram e 13 ficaram feridas.

O criminoso, Jared Loughner, de 21 anos, foi considerado mentalmente incapaz de ir a julgamento.

“Giffords tem mostrado uma melhora constante desde o momento que chegou aqui, há cinco meses”, disse Gerard Francisco, diretor do centro de reabilitação Memorial Hermann, em Houston, no Texas, onde ela está internada.

“Estamos muito empolgados pelo fato de ela ter chegado a essa fase de sua recuperação e agora possa continuar o tratamento sem a necessidade de estar internada. Não temos dúvidas de que ela continuará a progredir.”

A deputada democrata vai passar a morar no Texas, estado natal de seu marido, o astronauta Mark Kelly.

Facebook

No domingo, Giffords, que tem 41 anos, divulgou uma foto sua no Facebook, em que aparece sorrido e com o cabelo curto.

Ela fez uma cirurgia no mês passado para reconstruir uma parte de seu crânio, com um implante de cerâmica equipado com um dispositivo para drenar os fluídos do cérebro.

Em uma entrevista na semana passada, a chefe de gabinete da democrata disse que Giffords ainda não consegue falar normalmente.

Notícias relacionadas