Lula ganha prêmio internacional por combate à fome

Ex-presidente Lula dá entrevista coletiva após encontro com líder eleito do Peru, Ollanta Humala Direito de imagem Reuters
Image caption Lula foi indicado ao World Food Prize 2011 por seu combate à pobreza extrema no Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi anunciado nesta terça-feira como um dos vencedores do prêmio World Food Prize 2011, ao lado de John Kufuor, ex-presidente de Gana.

O nome de Lula foi anunciado em uma cerimônia no Departamento de Estado americano, em Washington, com a presença da secretária Hillary Clinton.

O prêmio, instituído em 1986 pelo Nobel da Paz Norman Borlaug, reconhece pessoas que “contribuem para o avanço do desenvolvimento humano ao melhorar a qualidade, quantidade e disponibilidade de alimentos no mundo”.

O World Food Prize inclui uma premiação em dinheiro, de US$ 250 mil (cerca de R$ 398 mil), além de uma escultura de autoria do designer Saul Bass.

A cerimônia de entrega do prêmio está marcada para o dia 13 de outubro em Des Moines, capital do Estado americano de Iowa (centro do país).

Fome Zero

Segundo os organizadores da premiação, Lula e Kufuor foram escolhidos “por seu comprometimento pessoal e liderança visionária” durante o período que exerceram a Presidência “ao criar e implementar políticas de governo para aliviar a fome e a pobreza em seus países”.

“As importantes realizações desses dois ex-chefes de Estado ilustram que a liderança transformacional pode realmente provocar mudanças positivas e melhorar de maneira significativa as vidas das pessoas”, diz o texto de apresentação dos vencedores no site da World Food Prize Foundation.

“Durante os oito anos de seu governo, o comprometimento e a visão do presidente Lula conquistaram reduções dramáticas na fome, pobreza extrema e exclusão social, melhorando imensamente as vidas do povo do Brasil”, afirma a fundação.

A World Food Prize Foundation cita o sucesso dos programas de combate à fome no Brasil – encabeçados pelo Fome Zero – durante os dois mandatos de Lula e ressalta que durante seu governo o país reduziu pela metade a proporção de pessoas que passam fome e também o percentual de brasileiros vivendo em pobreza extrema.

“O Fome Zero rapidamente se transformou em uma das mais bem-sucedidas políticas de segurança alimentar e nutricional no mundo, por meio de sua ampla rede de programas”, diz o texto.

Notícias relacionadas