Atiradores matam pelo menos dez em ataque a hotel em Cabul

Viatura das forças de segurança afegãs em frente ao hotel atacado Direito de imagem AP
Image caption Uma reunião de autoridades provinciais pode ter motivado o ataque ao hotel na capital afegã

Pelo menos dez pessoas morreram nesta terça-feira depois que um grupo de atiradores abriu fogo e detonou explosivos dentro de um dos hotéis mais frequentados por estrangeiros em Cabul, a capital do Afeganistão, confirmaram fontes ouvidas pela BBC.

O correspondente da BBC na cidade Bilal Sarwari disse que pelo menos três dos invasores do Hotel Intercontinental realizaram ataques suicidas, ativando explosivos que traziam presos aos seus corpos.

O chefe da polícia de Cabul disse à BBC que as forças de segurança ainda estão trocando tiros com os invasores.

A energia do local foi cortada, e testemunhas relataram cenas de pânico e caos.

Talebã

Hóspedes disseram que os atiradores invadiram o hotel no momento em que muitos clientes jantavam no restaurante.

Um hóspede que conversou com Sarwari disse que todos receberam a orientação de permanecer dentro de seus quartos com a porta trancada.

De acordo com um funcionário da segurança do hotel, os três homens-bomba se explodiram na entrada principal, nos fundos, e no segundo andar do edifício.

Uma reunião de autoridades provinciais do Afeganistão, que ocorria no local, pode ter motivado o ataque, segundo uma fonte oficial, não identificada.

Construído em 1969, o Intercontinental é um dos principais hotéis de Cabul e um dos mais procurados por hóspedes estrangeiros.

Segundo a agência Associated Press, a milícia Talebã assumiu a autoria do atentado.

Notícias relacionadas