Inpe registra em maio mais do que o dobro de área desmatada na Amazônia

A Amazônia perdeu 268 km² de floresta só em maio deste ano, segundo sondagem do Inpe. A área é mais de 100% maior que aquela registrada no mesmo mês de 2010, quando se perdeu 109,6 km² de mata nativa, segundo o sistema Deter – Detecção do Desmatamento em Tempo Real.

O Inpe alerta que nem todas as áreas desmatadas conseguem ser captadas pelos satélites do instituto, em virtude do acúmulo de nuvens.

Desde que começou as medições, via satélite, em 2008, o Inpe registrava queda na área desmatada nos meses de maio. No primeiro ano foram 480 km², em 2009 foram 123,7 km², área que caiu para 109,6 km² em 2010.

Mato Grosso (que tem partes da Amazônia no território) foi o estado que mais desmatou em maio deste ano, com 93,7 km², segundo os registros. Em seguida, veem Rondônia, com 67,9 km², e o Pará, com 65,5 km².

O Inpe também registrou aumento da área desmatada, na comparação entre março/abril de 2010 e o mesmo bimestre neste ano (neste período, os resultados são agrupados bimestralmente). No ano passado, foram registrados 103,5 km² de área desmatada contra 593 km² no mesmo período de 2011.