Mais seco do mundo, deserto de Atacama já acumula 18 cm de neve

Atualizado em  8 de julho, 2011 - 11:12 (Brasília) 14:12 GMT

Player

Região no norte do Chile vive a pior onda de frio e neve em 20 anos, causando risco para os motoristas.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

O deserto de Atacama, no norte do Chile - conhecido como uma das regiões mais secas do planeta -, enfrenta neste inverno a maior onda de frio e neve em quase 20 anos.

A neve em Atacama já atinge 18 centímetros, levando risco às pessoas que transitam de carro no deserto. Alguns motoristas perdem o controle e saem da pista, enquanto outros ficam presos na neve.

Foto: BBC

Neve já atinge 18 centímetros, levando risco às pessoas que transitam de carro (Foto: BBC)

Um grupo de bolivianos teve de ser resgatado depois que seu veículo ficou preso.

Esta mulher diz que ficou desesperada, pois o local era muito isolado, e eles não tinham sequer comida no carro.

"Estávamos desesperados, pois não tínhamos comida, nem nada", disse uma integrante do grupo. "Este é um lugar muito isolado."

As temperaturas na capital chilena, Santiago, já chegaram a -8°C neste inverno. A onda de frio extremo também atingiu a Argentina e o Uruguai.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.