Bolsas europeias mostram volatilidade na quinta-feira

Cameraman filma índice da Bolsa de Valores de Varsóvia, no dia 11 de agosto de 2011 (Reuters) Direito de imagem Reuters
Image caption Mercados mostraram oscilação na manhã de quinta

As bolsas europeias oscilaram para baixo nesta quinta-feira, algumas horas após terem aberto em alta.

A queda dos mercados reforçou os temores que vêm afetando as bolsas mundiais após perdas provocadas pela crise de endividamento dos Estados Unidos e dos países da zona do euro.

Em Londres, o índice FTSE 100 havia registrado um aumento de 2% no início do pregão. Os índices Dax, da Alemanha, e o Cac, da França, registraram elevação com cifras semelhantes.

Mas horas depois estes índices sofreram declínios e se mantiveram estáveis.

As ações dos bancos franceses haviam sido as que mais tinham registrado as maiores altas, após o governo da França ter desmentido os boatos de que pretendia intervir para ajudar o combalido banco Societé Generale e reduzir a sua taxa de juros.

Na quarta-feira, os mercados europeus foram abalados por rumores de que não apenas a França pretendia mexer em sua taxa de juros, mas que o país também estava em vias de perder a sua classificação ''AAA'', a exemplo do que ocorreu com os Estados Unidos recentemente.

O fato de os bancos franceses serem alguns dos maiores credores de países com alto endividamento na zona do euro explica a preocupação dos investidores, segundo analistas ouvidos pela BBC.

Na Europa, existe um forte temor de que a crise de endividamento se espalhe pela zona do euro.

A crise já atingiu Grécia, Portugal e Irlanda (países que receberam ajuda financeira), e os investidores temem que a turbulência chegue à Itália e à Espanha, onde o custo da dívida pública também aumentou na última semana.

Bolsas da Ásia

Notícias relacionadas