Acrobata aéreo perde o equilíbrio e cai de 60 metros

Green tenta saltar do avião para o helicóptero minutos antes de cair Direito de imagem AP
Image caption O americano tentava caminhar pela asa de um avião quando perdeu o equilíbrio

Um acrobata aéreo morreu após cair de uma altura de 60 metros durante uma performance na cidade de Harrison, em Michigan, nos Estados Unidos.

No último domingo, Todd Green fazia um show na base aérea local, em que deveria caminhar sobre a asa de um pequeno avião biplano e passar para um helicóptero que voava acima do avião.

Durante a manobra, Green perdeu o equilíbrio e caiu. Ele trabalhava como acrobata aéreo há mais de 20 anos.

O homem foi levado para o hospital local, mas morreu em consequência dos ferimentos causados pela queda.

Segundo o jornal Macomb Daily, o apresentador do evento já havia dito aos espectadores que os ventos poderiam ser mais um fator de perigo para a performance.

Choque

Direito de imagem AP
Image caption O acrobata caiu 60 metros diante de 75 mil pessoas

Cerca de 75 mil espectadores estavam no local. O jornal diz que muitos pensaram que a queda do acrobata era parte do show, até serem avisados de que um acidente havia acontecido.

Muitos choraram e rezaram pela recuperação de Todd Green, que era filho do também acrobata aéreo Eddie Green.

A congressista republicana Candice Miller, que estava no local, disse ao Macomb Daily que assistir à queda foi "surrealista".

"Leva algum tempo até entender o que realmente aconteceu. Ele era uma parte importante do show, muitas pessoas vinham aqui só para vê-lo", disse.

Também no domingo, o piloto acrobata americano Bryan Jensen foi morto quando seu avião biplano caiu durante uma performance em Kansas City, nos Estados Unidos.

Notícias relacionadas