Homem que diz ter explosivos mantém menina como refém em tribunal

Homem que estaria mantendo explosivos em tribunal em Sydney (BBC)
Image caption Homem apareceu na janela de tribunal, em Sydney, com peruca de juiz

Um homem carregando uma mochila que diz conter explosivos está mantendo uma menina como refém em um tribunal na cidade de Sydney, na Austrália.

Há relatos da mídia australiana de que a menina seria sua filha, de 11 anos de idade, mas não se sabe o que teria levado o suspeito, identificado como um homem na faixa dos 50 anos, a mantê-la como refém.

A polícia australiana disse que a área nos arredores do tribunal foi isolada e que convocou negociadores para ajudar na resolução do incidente.

Equipes de enfermeiros e de bombeiros estão posicionadas do lado de fora do tribunal.

Negociações

De acordo com os policiais, o homem teria feito uma série de exigências e ameaçado detonar os supostos explosivos de sua mochila.

Betty Hor, funcionária do tribunal, disse ao jornal Sydney Morning Herald que ele chegou ao local com uma menina na terça-feira de manhã, ''exigindo falar com uma pessoa do tribunal".

Ela disse que, ao não encontrar essa pessoa, ''ele simplesmente surtou''.

Ela contou que ele exigiu que o escritório do procurador-geral fosse acionado e afirmou: "Eu tenho uma bomba na minha mochila."

O suspeito foi visto na janela do tribunal usando uma peruca de juiz e depois cuspindo nela.

O caso vem um mês depois de uma bomba falsa ter sido amarrada ao corpo de uma adolescente na sua casa, em Sydney.

Na ocasião, peritos na desativação de bombas conseguiram retirar o dispositivo após dez horas.

Notícias relacionadas