Sobrevivente de acidente aéreo é encontrado após 3 dias na Bolívia

Minor Vidal, ao ser resgatado (Reuters) Direito de imagem Reuters
Image caption Minor Vidal conseguiu escapar dos destroços e sobreviveu à base de água e urina

O único sobrevivente de um desastre aéreo na Bolívia foi encontrado nesta sexta-feira, após ter passado três dias na selva amazônica em seguida à tragédia.

Equipes de resgate dizem que Minor Vidal, um comerciante de 35 anos, foi achado fora do perímetro do acidente, com ferimentos na cabeça.

Vidal disse aos socorristas que escapou das ferragens do avião e sobreviveu bebendo sua própria urina e água de uma lagoa.

O acidente ocorreu em 7 de setembro, quando a aeronave da empresa Aerocon, que viajava de Santa Cruz a Trinidad, desapareceu na Amazônia boliviana. Oito pessoas, de nacionalidades colombiana e boliviana, morreram na tragédia.

Inicialmente, as autoridades acharam que ninguém havia sobrevivido ao desastre.

‘Ajoelhou e agradeceu’

O chefe da equipe de resgate, capitão David Bustos, disse que, ao encontrar apenas oito corpos entre os destroços, ele e seus colegas decidiram ampliar a área de buscas.

“Longe dali, vimos um homem à beira de um rio fazendo sinal para nós. Quando nos aproximamos, ele se ajoelhou e agradeceu a Deus”, disse Bustos à agência Reuters.

“(Vidal) disse que ficou preso no avião por mais de 15 horas e, quando finalmente escapou, começou a caminhar. Sobreviveu tomando sua urina e água de uma lagoa.”

Vidal relatou o que lembra da tragédia à TV boliviana PAT: “Estava no avião e não conseguia sair. Todos estavam mortos e o avião se partiu em mil pedaços. Não sei o que aconteceu.”

A ministra da Defesa da Bolívia, Cecilia Chacón, disse que o governo está “muito emocionado com a notícia do resgate, e o presidente (Evo Morales) transmite sua mais sincera alegria por esse momento”.

Notícias relacionadas