Papagaios fujões ensinam pássaros selvagens a falar, dizem naturalistas

Cacatua.
Image caption Papagaios domesticados estariam ensinando pássaros selvagens a falar como humanos

Pássaros nativos da Austrália como os galahs e as cacatuas-de-crista-amarela estão aprendendo a falar com papagaios que fugiram das gaiolas para as florestas, dizem naturalistas locais.

O chefe do departamento de pesquisa e descoberta do Museu Australiano, em Sydney, Martyn Robinson, diz que o museu recebeu ligações de pessoas que achavam que tinham enlouquecido ao verem diversos pássaros em seus jardins dizendo frases como "Quem é um garoto bonito?".

Segundo Robinson, os papagaios domesticados passam para outros pássaros as frases que aprenderam dentro das casas onde eram criados. As novas palavras também são ouvidas pelos filhotes de cacatuas australianas desde o ninho, e elas tendem a repetir o que ouvem.

"Estes pássaros são muito espertos e muito sociais. Comunicação e contato são importantes entre eles", diz o naturalista.

'Olá, cacatua'

Em entrevista à imprensa local, Robinson explicou que o caminho natural para os papagaios que escapam de suas gaiolas é se juntarem a um bando de pássaros selvagens, a quem acabam ensinando as palavras que aprendem com seus ex-donos.

Bandos de pássaros diferentes estariam de misturando e migrando para Sydney, de acordo com o pesquisadores, para escaparem juntos da seca na região de New South Wales, no sudeste da Austrália.

De acordo com a publicação científica Australian Geographic, a expressão mais comum entre os novos pássaros falantes é "Hello, cockie" ("Olá, cacatua", em tradução livre), mas alguns também foram ouvidos ao dizerem palavrões.

Tanto os papagaios quanto as cacatuas pertencem à família dos psitacídeos, que possui espécies capazes de reproduzir sons da fala humana.

Notícias relacionadas