Casal britânico é resgatado após acidente com motor-home na Amazônia

Um casal de viajantes britânicos foi resgatado na manhã desta quarta-feira em plena Amazônia, cerca de 24 horas depois que seu motor-home quebrou ao tentar passar por uma ponte.

Na manhã de terça-feira, Lesley Norris e Bruce Scott tentavam atravessar uma ponte na BR-319, em uma área isolada no município de Manicoré, localizado entre Manaus e Porto Velho (RO), quando seu motor-home arrebentou a estrutura e acabou ficando pendurado.

O veículo do casal é um caminhão alemão Unimog, de 7 toneladas e 7 metros de comprimento, que tem a estrutura de uma casa em sua carroceria.

Depois do acidente, Lesley entrou em contato com sua irmã, que mora na cidade inglesa de Eastbourne, por meio de um telefone via satélite localizado no motor-home.

A irmã, por sua vez, deu o alerta à guarda-costeira britânica, que fez contato com as autoridades brasileiras.

"Eles (a guarda-costeira britânica) tinham a posição do acidente, então nós verificamos a posição e pudemos perceber que não havia no local acesso por vias navegáveis", disse à BBC o capitão de corveta da Marinha brasileira Elias Volgarelis.

Segundo o militar, a Marinha disponibilizou um helicóptero para decolar no início da manhã desta quarta-feira, já que o aparelho não teria capacidade de voar à noite na região de floresta.

Como o local onde os britânicos estavam era de difícil acesso, o helicóptero foi obrigado a fazer uma parada para reabastecimento no aeródromo de Manicoré.

De acordo com Volgarelis, Lesley e Bruce foram localizados entre 9h e 10h desta quarta, sendo deslocado em seguida para Manaus, onde chegaram por volta de 13h.

Noite ao relento

Como seu veículo ficou em uma posição instável devido ao acidente, o casal foi obrigado a passar a noite ao relento.

Em entrevista coletiva concedida em Manaus, os britânicos disseram que, nas 24 horas em que ficaram presos, nenhum veículo passou pela estrada onde estavam.

O casal - originário de Teddington, no sudoeste de Londres - ficou abalado com o ocorrido, mas não sofreu ferimentos. "Eles estavam bem, saíram andando (do local)", afirmou Volgarelis.

"Eles tinham alguns arranhões na pele, mas aparentemente estavam bem e aliviados por ser resgatados."

Já o motor-home, que ficou bastante danificado, ainda está no local do acidente.

O casal passou os últimos quatro anos viajando pela América Latina em seu veículo, tendo passado por México, Panamá e Equador antes de chegar à Floresta Amazônica.

A guarda-costeira da cidade de Falmouth, na região da Cornualha, disse estar muito feliz que o episódio terminou.

"Nós estamos acostumados com resgates ao redor do mundo. O incomum é que isto envolveu um acidente com um veículo", afirmou um porta-voz.

O site oficial de Lesley e Bruce informa que ela trabalhou como aeromoça por mais de 20 anos, tendo viajado por praticamente todo o mundo.

Já Bruce, de acordo com a página, é um fotógrafo profissional com uma "paixão pelas viagens pelo mundo", com treinamento de motorista de ônibus.

Depois de trabalhar em Londres nos últimos 20 anos, ele decidiu, segundo o site, vender seu apartamento na cidade e investir no Unimog.

Ele visitou a Amazônia pela primeira vez em 1974.