Forças anti-Khadafi retomam aeroporto de Sirte

Aeroporto semidestruído foi tomado por tropas anti-Khadafi (Reuters) Direito de imagem Reuters
Image caption Aeroporto semidestruído fica a 5 km do centro de Sirte, que está sob forte artilharia

Forças do Conselho Nacional de Transição tomaram nesta quinta-feira o aeroporto de Sirte, cidade natal do coronel Muamar Khadafi e um de seus últimos bastiões na Líbia.

A reportagem da BBC observou os combatentes leais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), que controla hoje a maior parte da Líbia, circulando no aeroporto parcialmente destruído e arrancando símbolos relacionados ao regime de Khadafi.

A conquista do aeroporto é considerada um importante avanço para as tropas anti-Khadafi, que tentam tomar Sirte do controle de aliados do antigo regime.

Enquanto isso, os combates continuam causando temores entre os habitantes da cidade, muitos dos quais tentam fugir em dezenas de veículos que deixaram Sirte no último dia.

É a segunda vez que os combatentes chegam ao aeroporto de Sirte, que fica a 5 km do centro da cidade. Há duas semanas, eles foram forçados a recuar do local, diante da resistência oferecida pelas forças leais a Khadafi.

O correspondente da BBC na cidade, Jonathan Head, disse que os combatentes têm agora a expectativa de tomar o aeroporto em definitivo e avançar rumo a outras partes da cidade, apesar de ainda estarem sendo alvejados com foguetes e tiros.

Confrontos

Há relatos de duros confrontos na cidade nesta quinta-feira, inclusive com a presença de ataques aéreos da Otan (aliança militar ocidental) contra alvos militares e depósitos de armamentos.

Os combates seguem em curso também em Bani Walid, o segundo grande bastião remanescente de Khadafi. Ali, as forças de oposição ao coronel parecem ter feito pouco progresso nesta quinta.

“Estamos atirando, mas não estamos mandando batalhões (a Bani Walid). Vamos esperar reforços”, disse à agência France Presse Walid Khaimej, comandante das forças do CNT.

Direito de imagem Getty
Image caption Combatentes ainda enfrentam dura oposição de tropas aliadas a Muamar Khadafi

O paradeiro de Khadafi ainda é desconhecido, mas autoridades do CNT dizem acreditar que o coronel está escondido no deserto ao sul da Líbia.

Há relatos de que um de seus filhos, Mutassim, estaria em Sirte e outro, Saif al-Islam, em Bani Walid.

A eventual tomada de Sirte representaria uma vitória psicológica e estratégica para as forças do CNT, que tentam derrotar os aliados de Khadafi e se legitimar como governo na Líbia. Além disso, a vitória poderia facilitar uma possível rendição de Bani Walid.

Mas a disputa ainda parece longe de terminar, e civis continuam presos sob o fogo cruzado nas duas cidades.

No aeroporto de Sirte, o correspondente da BBC relata que os combatentes anti-Khadafi destruíram quadros com imagens do coronel e se acomodaram nas luxuosas áreas vip do complexo, ao mesmo tempo em que alguns mantinham a troca de tiros com os aliados do regime.

Jonathan Head explica que as forças de transição ainda enfrentam dificuldades de coordenação, e cada batalhão parece trabalhar de forma independente. Agora, as tropas no aeroporto tentam agir em conjunto com soldados que estão chegando pelo leste de Sirte, na tentativa de fazer uma ofensiva final para tomar a cidade.

Notícias relacionadas