Cidade líbia sob ataque registra 'debandada' de civis

Direito de imagem AFP
Image caption Residentes fazem fila em posto de checagem para fugir de situação descrita como 'horrível' pela Cruz Vermelha

Milhares de civis estão deixando a cidade de Sirte, na Líbia, aproveitando um cessar-fogo permanente entre forças do governo interino e do coronel Muamar Khadafi.

Uma equipe de reportagem da BBC viu carros lotados de pessoas fazendo fila com seus pertences nos postos de checagem nos arredores da cidade.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha descreveu a situação humanitária em Sirte, cidade natal de Khadafi, como "horrível".

Uma família inteira, composta por duas crianças e seus pais, foi morta por tiros de metralhadora quando tentava fugir da cidade, segundo relatos. Não está claro de onde partiram os tiros.

Batalha por Sirte

Sirte é um dos últimos bastiões de Khadafi e está cercada pelas forças do governo transitório há semanas.

As forças leais ao líder deposto têm resistido às ofensivas, e muito lentamente estão sendo lentamente expulsas de partes estratégicas da cidade.

Na sexta-feira, o governo provisório disse ter capturado o aeroporto que fica a 5 km do centro de Sirte.

A tomada de Sirte representaria uma vitória psicológica e estratégica para as forças do governo transitório, que tentam derrotar os aliados de Khadafi e se legitimar como governo na Líbia.

Direito de imagem AFP
Image caption Cruz Vermelha descreveu situação de civis em Sirte como 'horrível'

Além disso, a vitória poderia facilitar uma possível rendição em outra cidade que permanece sob o controle de Khadafi, Bani Walid.

Situação humanitária

Combatentes do leste e do oeste do país estão sendo deslocados para a região para iniciar ataques coordenados contra Khadafi no centro.

Os combates violentos impressionaram uma equipe da Cruz Vermelha ao principal hospital da cidade no sábado. Foguetes atingiram o hospital durante a visita.

Segundo o porta-voz da organização, Hichem Khadraoui, a equipe levava suprimentos médicos e embalagens de plástico para colocar corpos ao hospital de Ibn Sima.

Khadraoui disse que pacientes estão morrendo devido à falta de oxigênio e combustível para os geradores do hospital.

Há especulações de que um dos filhos de Khadafi, Mutassim, estaria em Sirte e outro, Saif al-Islam, em Bani Walid.

O paradeiro de Khadafi ainda é desconhecido, mas autoridades do CNT dizem acreditar que o coronel está escondido no deserto ao sul da Líbia.

Notícias relacionadas