Brasil é país com maior aumento na emissão de vistos para os EUA

Atualizado em  25 de outubro, 2011 - 12:29 (Brasília) 14:29 GMT
Estátua da Liberdade, em Nova York. Foto: PA

Segundo Departamento de Estado, alta nas concessões foi de 234% nos últimos 5 anos

O Brasil foi o país onde se registrou o maior aumento na concessão de vistos para os Estados Unidos nos últimos cinco anos, com uma alta de 234%, segundo informa o Departamento de Estado americano.

De acordo com o governo dos EUA, no mesmo período, a emissão de vistos para a China aumentou em 124%, enquanto a Índia teve alta de 51% e o México, de 24%.

Em comunicado emitido na segunda-feira, o Departamento de Estado diz que o Brasil e a China são os líderes nos pedidos de vistos.

Devido à alta procura, o governo americano anunciou o aumento de um terço no número de avaliadores de pedidos nos dois países para o ano fiscal de 2012, que começou em 1º de outubro.

Para atender à grande demanda por vistos no Brasil e na China, alguns postos diplomáticos americanos nos dois países estão operando com horários estendidos.

Visitação

O consulado dos Estados Unidos em São Paulo é o que mais emite vistos no mundo. Segundo a assessoria de imprensa da representação diplomática no Brasil, mais de 194 mil vistos foram emitidos entre janeiro e julho deste ano.

Segundo o Departamento de Estado, o ano fiscal americano de 2011 (que se encerrou no último dia 30 de setembro) teve 9,6 milhões de pedidos de vistos para os EUA em todo o mundo. Destes, 7,5 milhões foram emitidos, um aumento de 17% em relação ao ano fiscal anterior, de acordo com o governo.

O Departamento do Comércio americano estima que 60 milhões de estrangeiros visitaram os EUA em 2010. A previsão é que o número de potenciais visitantes do exterior no país aumente entre 6% e 9% anualmente nos próximos cinco anos.

De acordo com o Ministério do Turismo brasileiro, mais de 1,1 milhão de cidadãos visitaram os EUA em 2010 - um aumento de 28% em relação ao ano anterior.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.