Tremor secundário 'causa rebelião em prisão turca'

Um tremor secundário de magnitude 5,4 teria causado uma rebelião em uma prisão da cidade de Van, na Turquia, um dos locais mais atingidos pelo terremoto de domingo.

Segundo relatos, os detentos entraram em pânico e atearam fogo ao prédio depois que guardas impediram que eles fossem para o pátio.

Forças de segurança então cercaram o local, de onde diversos prisioneiros teriam escapado no domingo.

Parentes dos detentos se reuniram do lado de fora da prisão e autoridades pediram explicações.

"Pelo que ouvi, os prisioneiros pediram permissão para sair um pouco, naturalmente, depois do tremor, porque estavam preocupados. Quando não receberam permissão, eles reagiram e começou o incêndio na prisão. Isso é o que ouvimos. Mas também ouvimos tiros com nossos próprios ouvidos e soubemos que a polícia usou gás lacrimogêneo", disse o parlamentar Aysel Tugluk, do lado de fora da prisão.

O total de mortos no terremoto de domingo subiu para 459 pessoas, enquanto equipes de resgate continuam procurando sobreviventes. Quase 1,4 mil pessoas ficaram feridas.