Enchentes nas Filipinas matam mais de 430 pessoas

Moradores da cidade de Cagayan de Oro presos em suas casas tiveram de ser resgatados (AP) Direito de imagem AP
Image caption Moradores de Cagayan de Oro ficaram presos em suas casas

Enchentes provocadas por uma tempestade tropical nas Filipinas mataram mais de 430 pessoas.

A tempestadade atingiu a ilha de Mindano, na região sul do país, na sexta-feira à noite, trazendo chuvas torrenciais e ventos com uma velocidade de noventa quilômetros por hora.

A maior parte dos mortos são das cidades de Cagayan de Oro e Iligan. Segundo a Cruz Vermelha local, um total de 215 pessoas teriam sido mortas em Cagayan de Oro e outras 144 em Iligan.

Muitos dos que morreram estavam dormindo em suas casas quando elas foram inundadas, outros acabaram sendo soterrados por deslizamentos.

Benito Ramos, chefe da agência nacional filipina de emergência contra desastres naturais, disse que relatos sobre a tragédia continuam sendo atualizados e afirmou que a expectativa é de que o número de mortos vá aumentar.

O Exército informou que uma divisão inteira, formada por cerca de 10 mil soldados, está atuando em operações de resgate perto de Cagayan de Oro.

Há também centenas de pessoas que estão desaparecidas e dezenas de milhares que procuraram abrigo em regiões mais altas do país.

As Filipinas são atingidas, em média, por 20 tempestades tropicais anualmente.

Em setembro, o país foi abalado pelos tufões Nesat e Nalgae, que assolaram as Filipinas com uma pequena diferença de dias entre eles. Os tufões deixaram mais de cem mortos.

Notícias relacionadas