Espanhola terá de indenizar filha de 13 anos após espancar menor

Imagem de campanha do governo espanhol para prevenção de agressão de crianças Direito de imagem Other
Image caption Campanha do governo espanhol para prevenção de agressão pede que população denuncie casos

A Justiça da Espanha condenou uma mulher a indenizar a filha de 13 anos por maus tratos, segundo sentença anunciada nesta semana. A mãe espancou a garota, após esta se recusar a lavar os pés antes de colocá-los no sofá.

O juiz do tribunal da cidade de Castellón decidiu ainda que a mulher não poderá se aproximar da garota a uma distância inferior a 200 metros pelo período de um ano, até mesmo na rua.

A mãe, que foi denunciada por vizinhos, terá também de cumprir pena de 33 dias de trabalho comunitário.

O caso, ocorrido em 2007, foi julgado no fim de 2010. A sentença, no entanto, foi anunciada na última segunda-feira.

O desfecho do caso ganhou repercussão na Espanha em meio a uma campanha do governo para a prevenção de agressão de menores.

A campanha pede que a população intervenha quando assistir qualquer caso de violência a crianças.

Conflito

A Justiça estipulou a indenização em valor equivalente a R$ 500. Caso não cumpra a sentença, a mãe deverá passar três meses e 23 dias na prisão.

Uma das testemunhas de acusação foi o avô da menor, que cuidará da neta durante o período em que ficará afastada da casa materna.

De acordo com o tribunal, o avô relatou que sempre houve conflito entre mãe e filha e que ambas chegaram a ser tratadas por um psicólogo. A situação, no entanto, nunca tinha chegado a agressões graves.

O avô contou ainda que ele chegou a intervir diante de outras ameaças de espancamento feitas pela mãe.

Após a sentença, a mãe tentou agredir a filha outra vez, revoltada com a decisão da Justiça.

A mulher condenada terá de pagar os gastos do processo e ficará proibida de ter acesso a qualquer tipo de arma durante o período de um ano.

Notícias relacionadas