Romney vence a segunda prévia consecutiva

Mitt Romney aponta para partidários durante discurto em New Hampshire (Reuters) Direito de imagem BBC World Service
Image caption Romney conquistou sua segunda vitória consecutiva na temporada de prévias republicanas

Com 40% dos votos, Mitt Romney venceu a primária republicana de New Hampshire nesta terça-feira, consolidando seu favoritismo para ganhar a indicação do partido para enfrentar o presidente democrata Barack Obama na eleição presidencial de 6 de novembro.

Esta foi sua segunda vitória consecutiva na temporada de prévias. Na semana passada, o ex-governador de Massachusetts já havia saído vitorioso do caucus de Iowa, que abriu o calendário eleitoral americano, apesar da margem de apenas oito votos sobre o segundo colocado, o ex-senador da Pensilvânia Rick Santorum.

"Nós fizemos história esta noite", comemorou Romney assim que sua vitória ficou clara, logo após o encerramento da votação e horas antes do fim da apuração.

A vitória de Romney já era prevista na pesquisas, que nos últimos dias chegaram a indicar uma vantagem de 20 pontos percentuais sobre o segundo colocado.

Ao final da contagem dos votos, Romney venceu com margem de 17 pontos sobre o deputado libertário Ron Paul, que ficou em segundo, com 23% dos votos. O ex-governador de Utah e ex-embaixador na China Joh Hunstman ficou em terceiro, com 17%.

Segundo analistas, nenhum dos dois deve representar uma real ameaça a Romney.

Próxima etapa

Depois de passar os últimos dias se defendendo dos ataques dos outros cinco pré-candidatos de seu partido ainda na corrida presidencial, Romney usou seu discurso de vitória para criticar as políticas do presidente Obama, já de olho em um embate com o democrata, caso seja o escolhido.

Pesquisas realizadas em New Hampshire revelam que a maioria dos republicanos que votaram na primária considera Romney o candidato com maiores chances de derrotar Obama.

De acordo com analistas, o resultado desta terça-feira faz com que Romney chegue fortalecido à Carolina do Sul, palco da próxima prévia, no dia 21, e Estado considerado crucial na escolha do indicado republicano.

Desde 1980, todos os vencedores nas primárias republicanas da Carolina do Sul acabaram ganhando a indicação final do partido para concorrer à Presidência.

Nesta quarta-feira os pré-candidatos já estão na Carolina do Sul, dando prosseguimento à campanha para conquistar um eleitorado considerado mais conservador do que o de New Hampshire e que dá especial importância a questões sociais, como aborto, casamento gay e imigração.

Apesar do resultado modesto em New Hampshire, dois dos pré-candidatos que se identificam com a ala mais conservadora do partido, Santorum e Newt Gingrich, prometeram lutar por melhores resultados na Carolina do Sul.

A ambição destes pré-candidatos é convencer o eleitorado de que são a melhor alternativa contra Romney, um político que algumas alas do partido consideram moderado demais.

O indicado republicano para concorrer à Presidência só será anunciado oficialmente em agosto, na convenção nacional do partido. Mas a expectativa é de que o nome vencedor já seja conhecido antes, ao longo da maratona de prévias ao redor do país.

Notícias relacionadas