Egito pede empréstimo ao FMI

O governo transitório do Egito solicitou nesta segunda-feira uma empréstimo de US$ 3,2 bilhões ao FMI (Fundo Monetário Internacional).

A razão do pedido foi a atual instabilidade política que tem deteriorado a economia do país.

Segundo o correspondente da BBC no Egito, muitos egípcios são contrários ao empréstimo, temendo fortes ajustes fiscais.

Desde a queda de Hosni Mubarak, em fevereiro do ano passado, o Egito enfrenta uma forte instabilidade no governo, controlado pelos militares.