Ativistas fazem campanha contra fazendas que extraem bílis de ursos na China

Atualizado em  2 de março, 2012 - 05:39 (Brasília) 08:39 GMT

Player

Ritual realizado por meio de introdução de tubo no estômago de animais é considerado cruel.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Grupos de defesa dos direitos dos animais na China estão intensificando esforços para pôr fim à pratica de criar ursos em fazendas para retirar a bílis dos animais.

A bílis serve como um popular ingrediente para a medicina tradicional chinesa e é considerada benéfica para problemas de visão e do fígado.

Urso enjaulado em fazenda da China (BBC)

Donos de fazendas dizem que prática não é dolorosa

O líquido é retirado do estômago dos animais por meio de um tubo, inserido em seus estômago.

Os manifestantes pró-animais afirmam que a prática de extrair a bílis sem o uso de anestesia, que é uma prática inteiramente legal na China, é cruel e precisa ser interrompida.

Mas a indústria de extração de bílis está reagindo à pressão, afirmando que a prática não é dolorosa para os ursos.

Um criador de ursos anunciou até que possui planos de lançar ações de sua companhia na Bolsa de Valores chinesa, a fim de expandir suas operações.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.