Polícia desaloja manifestantes em Boston para visita de Dilma

State House, em Boston (BBC)
Image caption Cerca de 40 manifestantes ocupavam escadarias de prédio público

A polícia do Estado americano de Massachusetts desalojou temporariamente cerca de 40 manifestantes que estavam acampados diante de um prédio público de Boston, por conta da visita da presidente brasileira Dilma Rousseff, informou a imprensa local nesta terça-feira.

A presidente visita Boston nesta terça-feira para conhecer as universidades Harvard e MIT (Massachusetts Institute of Technology), para promover o programa de bolsas de estudo Ciência Sem Fronteiras.

O porta-voz da polícia local, David Procopio, disse, de acordo com o jornal The Boston Globe, que solicitou a remoção dos manifestantes a pedido do Serviço Secreto dos EUA, "no interesse de reforçar a segurança para a visita da presidente brasileira à State House (edifício que abriga os poderes Executivo e Legislativo do Estado)".

Segundo ele, o grupo de manifestantes "atendeu pacificamente ao pedido" e abandonou as escadarias do edifício. "Após a visita da presidente, eles poderão voltar a suas posições prévias", informou o porta-voz em comunicado.

Ao jornal Boston Herald, um manifestante que se identificou como Luke disse que "a polícia foi gentil em ceder caminhões para que removêssemos nossos pertences".

O grupo de manifestantes é parte do movimento global "Ocupe", que protesta contra a crise global e seu manejo pelas autoridades. Em Massachusetts, eles criticam propostas de corte de serviços públicos e aumentos nos impostos.