Casal bósnio escravizou jovem alemã durante oito anos

Atualizado em  28 de maio, 2012 - 12:11 (Brasília) 15:11 GMT
Sead Makalic, que denunciou a situação à polícia (AFP/Getty)

O vizinho Sead Makalic denunciou a situação à polícia; ele mostra celular e uma foto da vítima

Um casal da Bósnia escravizou uma jovem alemã durante oito anos, submetendo-a a espancamentos, fome e trabalhos forçados, segundo a imprensa local.

Segundo promotores locais, a jovem, agora com 19 anos, era proibida de se aproximar de outras pessoas e também de frequentar a escola.

A polícia prendeu o casal no vilarejo de Kalesija, região de Tuzla, na Bósnia-Herzegóvina, depois de uma denúncia dos vizinhos.

Um dos vizinhos do casal disse à imprensa do país que chegou a testemunhar Milenko Marinkovic colocar a jovem para puxar uma carroça e chicoteá-la enquanto ela puxava a carga.

"Eu não podia mais assistir enquanto eles batiam nela e a deixavam passar fome", disse Sead Makalic.

Milenko Marinkovic, de 52 anos, e a esposa dele, Slavojka, de 45, foram detidos no dia 17 de maio sob suspeita de tratar a jovem de forma desumana.

As autoridades não divulgaram o nome da jovem alemã e decidiram manter o caso em segredo até domingo para proteger a jovem e interrogar as testemunhas.

Tortura

A jovem que teria sido escravizada durante oito anos (AFP)

Quando foi encontrada pela polícia em uma floresta na Bósnia, a jovem estava com apenas 40 quilos

A jovem foi encontrada em uma floresta perto de Kalesija.

O casal estaria tentando escondê-la das autoridades e ela pesava apenas 40 quilos quando foi encontrada.

"Eles a submeteram a um tratamento desumano e tortura", disse o porta-voz da polícia Admir Arnautovic à rede pública de televisão FTV, no domingo.

"Eles a mantinham trancada, não permitindo que ela tivesse contato com outras pessoas ou fosse à escola", acrescentou.

Arnautovic disse que a jovem estava desorientada e ferida quando foi encontrada pela polícia.

A imprensa local informou que a menina chegou à Bósnia há oito anos. A mãe da jovem, uma cidadã alemã, foi casada com Marinkovic.

Investigadores interrogaram a mãe da jovem, que teria passado longos períodos no vilarejo onde a menina foi encontrada.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.