Brasil ganha prata em olimpíada de tecnologia

Atualizado em  10 de julho, 2012 - 14:31 (Brasília) 17:31 GMT
Imagine Cup | Foto: Divulgação/Microsoft

Realizada em Sydney, Imagine Cup deste ano contou com participação de 250 mil estudantes

Não é apenas a Olimpíada de Londres que motiva brasileiros. As equipes verde-amarelas também brilharam na Imagine Cup, conhecida como "Olimpíada da Tecnologia". Organizado anualmente pela empresa Microsoft, o evento reúne 250 mil participantes.

A edição deste ano contou com a participação de estudantes de 190 países e as finais foram feitas em Sydney, na Austrália.

O time The Doers, da Universidade Positivo de Curitiba ficou na segunda posição na categoria Design de Games para XBox/Windows. Eles desenvolveram um jogo chamado "Faça mais", que encoraja as pessoas a resolver problemas baseado em trabalho de equipe. Estudantes da Tailândia ganharam a primeira colocação nesta categoria.

O Brasil também venceu três desafios, que oferecem prêmios paralelos à competição principal. A equipe Team Interlab com estudantes da Escola Politécnica da USP e da Unicamp de São Paulo venceu na categoria Kinect Fun labs. Já o time da Virtual Dreams também formada por estudantes da Escola Politécnica e da Unicamp de São Paulo ganhou nos desafios Windows metro style app e Windows Azure.

A Imagine Cup distribui US$ 175 mil em prêmios e já está na sua 10ª edição. A competição revela talentos nas áreas de design de softwares para computadores e games. Pelo quarto ano seguido, o Brasil teve um desempenho positivo na competição.

Imagine Cup | Foto: Divulgação/Microsoft

Equipe The Doers levou a medalha de prata na Olimpíada de Tecnologia organizada pela Microsoft

Com o tema "Imagine um mundo onde a tecnologia ajude a resolver os seus problemas mais desafiadores", os estudantes tiveram que desenvolver aplicativos para diferentes plataformas que oferecessem soluções práticas.

"Seja usando a tecnologia de nuvem (HDs remotos) para ajudar na recuperação de desastres, inventando uma tecnologia para fazer a educação mais acessível e desenvolver a inclusão digital ou tornando possível o diagnóstico médico usando telefones celulares, a Imagine Cup inspirou estudantes a imaginar o que antes era considerado impossível e torná-lo real", declarou o diretor-geral do Programa Acadêmico Global da Microsoft.

Todas as equipes finalistas estão aptas a se candidatar para uma bolsa de US$ 3 milhões, que tem como objetivo transformar os projetos em realidade.

No próximo ano, a competição será realizada em São Petersburgo, na Rússia.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.