Obama chega a Denver para homenagear vítimas de atirador

Obama é recebido pelo chefe da polícia de Aurora, Dan Oates, (esq.) e o administrador do bairro, Steve Hogan (centro)/ Foto: Reuters Direito de imagem BBC World Service
Image caption Obama chegou a Denver e se reuniu com autoridades do bairro de Aurora, onde ocorreu o ataque

O presidente americano, Barack Obama, chegou à cidade de Denver, no Estado do Colorado, para homenagear neste domingo as vítimas do ataque contra um cinema do bairro de Aurora, ocorrido na sexta-feira na estreia do filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

A Casa Branca informou que Obama vai se reunir com os sobreviventes do ataque e as famílias das 12 pessoas mortas a tiros, além de autoridades da cidade.

Em seu discurso semanal de rádio, o presidente pediu orações e reflexões dos americanos.

Além de Obama, o papa Bento 16 também afirmou estar "profundamente chocado" com o ataque que, além de matar 12 pessoas, deixou 58 feridos.

Obama e o republicano Mitt Romney adiaram os compromissos de suas campanhas políticas logo após o ataque no cinema, cortando as propagandas no Estado de Colorado em respeito às vítimas e familiares.

Os moradores de Denver estão depositando flores em frente ao cinema Century, onde ocorreu o ataque.

Uma vigília deve ocorrer durante a noite deste domingo, organizada pela comunidade e líderes religiosos locais no bairro de Aurora.

Coleta de provas

Neste domingo o FBI (a polícia federal americana) coletou provas no apartamento do acusado de ter realizado o ataque, o ex-estudante de medicina de 24 anos James Holmes.

Holmes está sendo mantido em uma cela isolada, por questões de segurança, e deve comparecer perante um juiz na segunda-feira. Ele foi acusado por pelo menos 12 homicídios qualificados.

A visita de Obama a Denver ocorre um dia depois de as autoridades terem retirado bombas e armadilhas colocadas por Holmes em seu apartamento

A polícia afirmou que o suspeito agiu com "cálculo e deliberação", comprando munição durante meses.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption James Holmes, de 24 anos, é ex-estudante de medicina

Os agentes do FBI e da polícia descobriram que o apartamento do suspeito tinha armadilhas e explosivos quando usaram uma câmera na ponta de uma vara de mais de três metros para conseguir observar o interior do apartamento.

"Pessoalmente, nunca vi nada como o que encontramos lá", disse Dan Oates, chefe de polícia de Aurora.

O esquadrão antibomba realizou uma pequena explosão controlada no prédio no sábado e os policiais desarmaram as armadilhas feitas com fios, junto com um dispositivo incendiário.

A primeira armadilha era um fio estendido em frente à porta de entrada do apartamento. Dentro estariam potes com catalisadores, produtos químicos que explodiriam quando misturados e mais de 30 granadas improvisadas.

"Este apartamento foi projetado para matar quem quer que entrasse", afirmou Oates, acrescentando que a primeira pessoa a morrer caso as armadilhas tivessem sido ativadas, seria um policial.

Neste domingo, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, pediu que tanto Obama como Mitt Romney tomem medidas para controlar o comércio de armas nos Estados Unidos.

Vítimas

As autoridades de Denver divulgaram no sábado os nomes e idades das vítimas do ataque ao cinema do bairro de Aurora.

As idades dos mortos pelo atirador variam entre 6 anos e 51 anos.

Além dos 12 mortos, outras 58 pessoas ficaram feridas no ataque ao cinema Century 16, em um shopping center de Aurora.

Testemunhas dizem que o atirador - que usava roupas pretas e uma máscara - lançou uma bomba de gás antes de abrir fogo contra a multidão.

James Holmes foi preso momentos após o ataque em um estacionamento perto do cinema. Ele carregava um fuzil e uma pistola. O FBI se juntou às investigações, mas disse não ter motivos para acreditar que se trate de um atentado terrorista.

O Hospital da Universidade do Colorado, onde as vítimas feridas foram levadas, informou que quatro pacientes ainda estão em unidades de tratamento intensivo e cinco estão em estado grave.

Notícias relacionadas