Para Kate e William, invasão de privacidade lembra perseguição a Diana

Atualizado em  14 de setembro, 2012 - 09:58 (Brasília) 12:58 GMT
Kate durante visita a mesquita em Kuala Lumpur

Casal real viaja pela Ásia como parte das comemorações pelo Jubileu de Diamante da rainha

Um porta-voz da família real britânica classificou nesta sexta-feira como "uma invasão de privacidade grotesca e injustificável" a publicação das fotos de topless da mulher do príncipe William e duquesa de Cambridge, Kate Middleton, que teriam sido tiradas durante as férias do casal no sul da França na semana passada.

O funcionário acrescentou que o ato lembrou a perseguição sofrida pela princesa Diana, ex-mulher do príncipe Charles e mãe dos príncipes William e Harry, que morreu em um acidente de carro em agosto de 1997 em Paris ao tentar escapar de paparazzi. No acidente, o então namorado de Lady Di, Dodi al-Fayed, também morreu.

"O incidente é uma reminiscência dos piores excessos cometidos pela imprensa e pelos paparazzi durante a vida de Diana, a princesa de Gales", afirmou o porta-voz real.

"As suas altezas reais tinham a expectativa de privacidade nessa remota casa. É impensável que alguém possa ter o direito de tirar fotos - e publicá-las", acrescentou.

Segundo a imprensa britânica, William e Kate teriam ficado "enfurecidos" com a publicação das fotos e estariam considerando a possibilidade de acionar advogados para processar a revista francesa Closer, dona das imagens.

Antes de serem publicadas, as imagens do topless de Kate teriam sido oferecidas a revistas britânicas, sem sucesso.

A Closer diz que as fotos foram tiradas durante as férias do casal real em um castelo de um sobrinho da rainha Elizabeth 2ª na Provença, no sul da França.

As imagens foram registradas com lentes de longo alcance e estão um pouco distorcidas, mas são claramente do casal real.

A publicação traz quatro páginas com fotos de William e Kate, com a duquesa de topless em várias delas.

"Pouco mais de um ano após o casamento, o casal real recebeu a oferta de um refúgio romântico, longe do protocolo. Quase sozinho no mundo... Mas a Closer estava lá!", afirma o site da revista.

"Veja as incríveis imagens da futura rainha da Inglaterra como você nunca viu ... e como você nunca a verá novamente", diz o texto do site.

O editor da Closer afirmou que não viu problema na publicação das fotos.

"Essas fotos não são nem um pouco chocantes", disse Laurence Pieau, da Closer. "Elas mostram uma jovem mulher tomando banho de sol de topless, como milhões de mulheres que você vê nas praias", acrescentou.

Kate e o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, estão, neste momento, em meio a uma viagem oficial de nove dias pela Ásia.

Eles teriam sido informados sobre os planos da revista de publicar as fotos durante um café da manhã em Kuala Lumpur, na Malásia, nesta sexta-feira.

A Malásia é um país de maioria muçulmana. Durante uma visita a uma mesquita em Kuala Lumpur nesta sexta-feira, Kate apareceu vestida com a cabeça coberta com um véu, respeitando os preceitos islâmicos.

Superexposição

William e Harry (com Kate ao fundo, à esq) durante concerto em Londres pelo Jubileu de Diamante da rainha

Site americano já havia publicado fotos do príncipe Harry nu em um hotel de Las Vegas

O casal manteve a agenda de sua visita à Ásia, que faz parte das celebrações pelo Jubileu de Diamante da rainha (60 anos de sua ascensão ao trono).

As supostas fotos de Kate na Closer aparecem poucas semanas após a polêmica sobre a publicação de fotos do príncipe Harry, irmão de William, nu durante uma festa particular em um hotel de Las Vegas no mês passado. Apenas o tabloide The Sun publicou as fotos de Harry.

Para Peter Hunt, especialista em família real da BBC, as fotos de Kate representam um golpe forte para William, que deseja proteger sua mulher dos excessos da mídia.

O príncipe acompanhou a complexa relação de sua mãe, Diana, com a imprensa e acredita que as ações dos paparazzi contribuíram para a sua morte, há 15 anos, durante perseguição pelas ruas de Paris.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.