Hebe fez história ao participar das primeiras transmissões da TV brasileira

Atualizado em  29 de setembro, 2012 - 15:26 (Brasília) 18:26 GMT
Foto: Divulgação/SBT

Hebe começou carreira como cantora, mas consagrou-se como pioneira na TV

Morreu neste sábado a apresentadora Hebe Camargo, de 83 anos, vítima de uma parada cardíaca. Conhecida como a dama da TV, Hebe participou da fundação da televisão brasileira, em 1950, e de momentos históricos das primeiras transmissões ao vivo.

Tanto que, quando questionada sobre há quanto tempo estava na televisão, ela retrucava com outra pergunta: "Quantos anos tem a televisão?".

Hebe fez parte do grupo que foi, com Assis Chateaubriand, ao Porto de Santos buscar os equipamentos importados para criar a primeira emissora de TV do país, a TV Tupi, onde participou de diversas das primeiras transmissões e programas.

Ela apresentou também o primeiro número musical da TV Tupi: ainda em 1950, ao lado de Ivon Curi - os dois eram extremamente populares na época -, cantou ao vivo a canção "Noite de Luar", hoje um registro histórico dos primórdios da televisão.

A apresentadora chegou a apresentar cinco programas semanais nos anos 1950. Em 1955, destacou-se com o primeiro programa feminino da TV brasileira, chamado "O Mundo é das Mulheres".

Mais tarde, participou também de novelas, como "As Pupilas do Senhor Reitor", de 1970, na TV Record, e "O Profeta", em 1978, de volta à TV Tupi.

Começou no formato talk show na década seguinte, na TV Bandeirantes, com o programa "Hebe". Em 1986, levou a atração para o SBT, onde ficou até 2010. Teve uma passagem pela Rede TV! entre 2011 e 2012, mas havia acabado de negociar sua volta à emissora de Silvio Santos, em acordo anunciado na semana passada.

História

Hebe nasceu em 8 de março de 1929, em Taubaté (SP), e começou sua carreira como cantora, ao lado de sua irmã Stella.

Elas formavam a dupla Rosalinda e Florisbela, primeiro com músicas caipiras; depois elas passaram a apresentar sambas e boleros em boates. Hebe então fez carreira no rádio e, em seguida, na TV.

Em 2010, a apresentadora foi diagnosticada com um câncer no peritônio, que a levou a ser submetida a uma cirurgia e a sessões de quimioterapia.

Em março deste ano, foi internada novamente para a retirada de um tumor no intestino; meses depois, fez uma cirurgia para a retirada da vesícula. Sua última internação fora no final de agosto.

Hebe morreu em casa, em São Paulo, na manhã deste sábado, enquanto dormia. Em nota, o SBT lamentou "a perda" da apresentadora. O velório será ainda neste sábado, no Palácio dos Bandeirantes.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.