Palanque BBC: Moradores sofrem com 'crateras' nas ruas de Salvador

Atualizado em  2 de outubro, 2012 - 15:40 (Brasília) 18:40 GMT
Buraco em rua de Salvador (Raíza Tourinho - BBC Brasil)

Moradores já se acostumaram a desviar de buracos

Sexta-feira, 13 de julho. Não foi um gato preto ou um cenário de filme de terror que deixou uma família traumatizada. Os segundos em que o executivo de contas Flávio Marinho passou ajeitando o retrovisor foram suficientes para que fosse tarde demais para evitar a colisão com o veículo em sua direção.

Ao invadir a contramão para desviar de um buraco, o Gol preto não fez mais que amassar a lataria e deixar um pequeno ferimento na testa de Sophia, a caçula da família com dois anos.

Mas os traumas invisíveis ainda estão lá. "Tive muito medo que acontecesse coisa pior. Até hoje não suporto passar por ali", conta Amanda, mulher de Flávio que estava com eles e o filho mais velho, Arthur (10), no momento do acidente.

Essa situação ocorreu em um dos trechos do bairro de Nova Brasília, próximo à avenida principal de Salvador, a Paralela. Entre o bairro, passando pelo denominado Trobogy, até a avenida são menos de quatro quilômetros.

No entanto, o trajeto, repleto com buracos de tamanhos variados, não pode ser feito em menos de 20 minutos. E ninguém está ileso de completar o percurso sem cair em alguns deles.

Leia também: Clique Blogueiros discutem problemas para futuros prefeitos de todo o país

Relato pessoal

Quem vos escreve passou por situação semelhante. Excetuando os prejuízos financeiros e psicológicos, a baixa velocidade na colisão frontal do Ford Ka com um ônibus, não teve danos mais graves. Contudo, entre pneus furados e a invasão de um carro em um ponto de ônibus, a ausência de asfaltamento poderia ter causado uma tragédia.

Não é novidade o surgimento de buracos na malha viária soteropolitana. É possível encontrar fendas até mesmo nas vias principais da cidade. O grande problema, porém, é o comprimento e a profundidade destes.

Apesar de algumas melhorias feitas recentemente, o asfato permanece deficiente em muitas partes de Salvador, como é possível verificar em imagens do Google Street View ( Clique clique aqui para conferir).

Alguns buracos foram tapados, mas outros ficaram, dando origem a novos e mais profundos. Há três meses que moradores de uma rua do bairro de Sussuarana, interditaram a passagem devido a uma cratera aberta de um lado a outro.

Carro acidentado da blogueira do Palanque BBC (Raíza Tourinho - BBC Brasil)

Rua acidentada soteropolitana induziu a acidente de blogueira

A superintendência de Conservação e Obras Públicas de Salvador (Sucop) afirmou, em nota ( Clique clique aqui para ler na íntegra), que irá realizar uma vistoria nos locais apontados, nos próximos dias, para solucionar o problema.

''É quase impossível determinar onde e quando os buracos vão aparecer. O asfalto é apenas uma camada de revestimento, não possuindo características estruturais'', justifica o órgão.

Para ser eficiente, uma camada de pavimentação deve possuir quatro centímetros. Segundo especialistas no setor, o asfalto da capital baiana não possui mais do que dois centímetros. Para se ter uma ideia, um asfalto de qualidade chega a durar 25 anos.

Com as próprias mãos

Cansado dos transtornos sofridos diariamente na área com seu transporte escolar, Ubirajara Freire, mais conhecido como Tio Bira, decidiu arregaçar as mangas e solucionar a questão sem esperar mais pela prefeitura.

Ele juntou entulho de construção encontrado pelas ruas, solicitou barro em uma construção, conseguiu carro de mão e ferramentas com um vizinho e colocou as mãos na obra. Fechou ele mesmo os buracos da via. A medida paliativa surgiu efeito, mas somente até a próxima chuva.

'Tio Bira' combate buracos de rua cobrindo-os com entulho (Raíza Tourinho - BBC Brasil)

'Tio Bira' combate buracos de rua cobrindo-os com entulho

''Teve até um pessoal que brincou perguntando se eu era candidato. Não sou candidato a nada, mas tinha que fazer alguma coisa. É uma aberração: não são buracos, são crateras'', conta.

Por enquanto, Tio Bira pega sozinho na enxada, mas já pensa em fazer um mutirão.

* Raíza Tourinho, 21, mora na periferia de Salvador e diz sonhar em ver sua cidade mais bem tratada nos próximos anos. Ela escreve no portal Clique Ecodesenvolvimento e possui seu Clique próprio blog, no qual trata de temas diversos.

O Palanque BBC é uma série da BBC Brasil com textos assinados por blogueiros de diferentes capitais brasileiras e que falam de problemas que afetam essas cidades.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.