cronologia dos fatos
PT vence em SP; PSB fica com 5 capitais e PSDB com 4

Atualizado em  28 de outubro, 2012 - 19:20 (Brasília) 21:20 GMT
Para ver as últimas atualizações, recarregue a página ou habilite o javascript
  1. Bom dia! Aqui você pode acompanhar ao longo deste domingo as notícias sobre o segundo turno das eleições municipais em todo o país.

    Os candidatos a prefeito em 50 cidades, incluindo 17 capitais, disputam os votos de cerca de 31,7 milhões de eleitores.

    As urnas foram abertas às 8h e serão fechadas a partir das 17h.

  2. Um dos desafios dos novos prefeitos será lidar com a realidade política do país: as coalizões formadas na campanha municipal, por exemplo, são bem diferentes das bancadas que atuam no Congresso Nacional. Leia a reportagem:

     

    Segundo turno expõe contradições entre alianças regionais e nacionais

    Coalizões amplas não se refletem no âmbito municipal e estadual e criam 'inconsistências'.
  3. Dos 50 municípios brasileiros que vão às urnas hoje, 37 estão em áreas onde vigora o horário de verão. Em algumas das cidades que não adiantaram os relógios, as urnas serão fechadas uma hora - ou até duas horas (de acordo com o fuso horário) - depois do encerramento da votação nos locais que seguem o horário oficial de Brasília.

  4. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) calcula que 90% das urnas de votação deste segundo turno já terão sido apuradas por volta das 21h30 (horário de Brasília). O tribunal espera que a contagem dos votos seja mais rápida do que no primeiro turno, mas a divulgação será afetada pela entrada em vigor do horário de verão.

  5. Em Rio Branco, Manaus e Porto Velho, a votação será encerrada às 19h no horário de Brasília.

    Em Salvador, Vitória da Conquista, Fortaleza, São Luís, Campina Grande, João Pessoa, Teresina, Natal, Macapá, Belém, Campo Grande e Cuiabá, a diferença será de apenas uma hora em relação ao horário de Brasília.

     

  6. Os municípios de Campina Grande, na Paraíba, e São Luís, no Maranhão, devem contar na votação deste domingo com a presença de tropas federais.

    O envio das forças de segurança foi aprovado pelo TSE, em resposta ao pedido dos tribunais regionais eleitorais responsáveis pelos dois municípios - que temiam incidentes por conta do acirramento da disputa nas duas cidades.

  7. O primeiro balanço do TSE, uma hora após o início da votação na maioria das cidades onde se realiza o segundo turno, apontou que 35 urnas eletrônicas precisaram ser trocadas em todo o país.

    O número representa 0,04% do total de 86,1 mil urnas. A maior parte das substituições, 14, foi registrada em Manaus - onde a votação só começa às 10h do horário de Brasília.

    Duque de Caxias (RJ) teve de trocar cinco urnas, e a cidade de São Paulo substituiu quatro até o fechamento do balanço inicial.

  8. O município de São Gonçalo, maior colégio eleitoral do Estado do Rio de Janeiro neste segundo turno, amanheceu com milhares de panfletos dos dois candidatos a prefeito esparramados pelas ruas e calçadas da cidade.

  9. Urna roubada

    Uma urna eletrônica foi roubada durante a madrugada em uma escola do bairro de Itaquera, na zona leste da cidade de São Paulo. O furto foi percebido no início da manhã por representantes da Justiça eleitoral que providenciaram a substituição da urna.

    O Tribunal Regional Eleitoral diz que não há risco de fraude porque a urna roubada perdeu a identificação no sistema. O cartório eleitoral registrou boletim de ocorrência.

  10. Curitiba

    O candidato a prefeito Gustavo Fruet (PDT), líder nas pesquisas para as eleições deste domingo, votou em uma universidade da capital paranaense por volta das 9h.

    Fruet disse que os últimos resultados de pesquisas "dão motivação", mas acrescentou que "é preciso manter a humildade até o último minuto".

    O adversário de Fruet é Ratinho Jr, candidato pelo PSC.

  11. São Paulo

    O prefeito Gilberto Kassab (PSD) votou, por volta das 10h, em uma escola no bairro de Pinheiros, na zona oeste da cidade.

    "O que está em jogo não é a avaliação da minha gestão, são os candidatos e seus compromissos para o futuro", disse o prefeito.

    Kassab, cujo partido apoia a presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional e o candidato José Serra (PSDB) na disputa municipal de São Paulo, acrescentou que seu partido é "independente".

    "Não podemos ter uma definição em relação à participação no governo (federal) se não estivermos convencidos da participação do partido nos projetos políticos e eleitorais", disse o fundador do PSD. "Decisões só serão tomadas a partir de janeiro de 2013."

  12. São Paulo

    Pouco depois de Kassab, foi a vez do candidato a prefeito José Serra (PSDB) votar no mesmo colégio na zona oeste de São Paulo.

    Nas últimas pesquisas, Serra apareceu mais de dez pontos atrás de seu adversário, o candidato Fernando Haddad (PT).

    "Foi uma campanha difícil, estou otimista, fizemos uma campanha limpa e propositiva", afirmou o tucano. "Como dizia Chacrinha, a eleição só acaba quando termina."

  13. A BBC Brasil publicou ao longo dos últimos dias a série de reportagens "Palanque BBC", em que moradores de cidades que realizam o segundo turno abordam problemas de suas comunidades. Leia abaixo o texto mais recente:

    Palanque BBC: trajeto entre periferia e centro de SP equivale a viagem a outra cidade

    Rotina de moradores das regiões periféricas é de longas esperas, transportes públicos lotados e ruas esburacadas.
  14. Crime eleitoral

    Fiscais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro prenderam na manhã deste domingo 16 pessoas no comitê do candidato do PMDB a prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis.

    De acordo com o TRE, foram encontrados no local 15 mil lanches e material de campanha que, segundo a legislação eleitoral, configura prática de boca de urna.

  15. O mais recente balanço do TSE aponta que, até 10h no horário de Brasília, 79 urnas eletrônicas apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas, o que representa 0,09% das 86.187 utilizadas neste segundo turno.

    A cidade onde houve mais substituições foi São Paulo, onde 18 urnas foram trocados. Em Manaus, foram 14 substituições.

  16. Curitiba

    O candidato a prefeito Ratinho Jr. (PSC) votou, por volta das 10h15, em uma escola municipal no bairro de Santa Felicidade.

    Apesar de ter sido o mais votado no primeiro turno, o candidato do PSC aparece atrás de Gustavo Fruet (PDT) nas mais recentes pesquisas.

    "A campanha é uma faculdade intensiva e aprendi, com a experiência, que Curitiba é uma cidade conservadora", afirmou Ratinho Jr.

  17. Por volta de 11h30 no horário de Brasília, o TSE divulgou um novo balanço parcial. O tribunal diz que, até 11h, 128 urnas eletrônicas apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas, o que representa 0,15% das 86.187 utilizadas neste segundo turno.

    A cidade onde houve mais substituições foi São Paulo, onde 24 urnas foram trocadas. Em Manaus, foram 15 e em Joinville (SC), 12.

  18. São Paulo

    O candidato a prefeito Fernando Haddad (PT) votou por volta de meio-dia em uma universidade em Moema, na zona sul da cidade.

    O petista aparece com mais de dez pontos de vantagem sobre seu adversário, José Serra (PSDB), nas mais recentes pesquisas de intenção de voto.

    "Com todo respeito aos institutos de pesquisa, mas agora é o momento do eleitor", disse. "Depois de 60 dias de debate, o eleitor pode entender o que está em jogo."

    "São Paulo hoje é Brasil, tem de levar em conta o peso da cidade no âmbito federal para o desenvolvimento do país", acrescentou Haddad.

  19. Manaus

    Os dois candidatos à Prefeitura da cidade já votaram. O tucano Artur Virgilio Neto, que lidera as pesquisas, votou logo cedo em um colégio no centro e manifestou otimismo.

    "Que seja feita a vontade do povo, que o povo se pronuncie e registre o que ele quer para Manaus", afirmou. "Estou tranquilo, o que tinha que fazer eu fiz."

    Já Vanessa Grazziotin (PC do B) admitiu que está em situação difícil na disputa, mas citou Fernando Pessoa e disse ter esperanças.

    "Certeza da virada não posso dar, principalmente neste período eleitoral, mas tenho esperança de que possa acontecer", disse a candidata. "Eu saio com a fé renovada e, como disse Fernando Pessoa, 'tudo vale a pena quando a alma não é pequena'."

  20. Salvador

    Na capital baiana, os dois candidatos a prefeito também já foram às urnas. O primeiro a votar foi Nelson Pelegrino (PT), que aparece em desvantagem nas pesquisas.

    "Estamos muito confiantes, essa onda vermelha tomou a cidade e vamos ganhar essa eleição", disse o candidato petista. "Acho que o povo percebeu nosso projeto, há um clima de mobilização na cidade."

    Pouco depois, foi a vez de ACM Neto (DEM) votar em um prédio da Universidade Federal da Bahia. Apontado pelas pesquisas mais recentes como favorito à vitória, o candidato falou em mudar a cidade.

    "Se Deus quiser, vamos começar a partir de hoje a construir uma nova história", afirmou. "Estou muito confiante na vitória. Se eu for eleito, vou retribuir com muito trabalho e dedicação, vou devolver o brilho e o respeito da nossa cidade."

  21. Palanque BBC: Pelourinho sofre com abandono e violência em Salvador

    Moradora da capital baiana chama a atenção para a falta de cuidado com o centro histórico e a decadência da infraestrutura turística.
  22. O TSE informou agora há pouco que, até 12h15 no horário de Brasília, 11 eleitores haviam sido presos em consequência de crimes eleitorais.

    A boca de urna foi o principal motivo das prisões, com nove detenções no Estado do Rio de Janeiro. Outras duas prisões foram registradas por outros motivos no Espírito Santo e no Rio Grande do Norte.

    O tribunal acrescentou que outros 109 eleitores também cometeram crime eleitoral, mas não ocorreu prisão. Foram 41 ocorrências no Estado de Minas Gerais, seguido por Bahia (32), Rio de Janeiro (17), Ceará (5), Rio Grande do Norte (4), Mato Grosso (3), Paraná (3), Piauí (2), Paraíba (1) e Rio Grande do Sul (1).

  23. Em novo balanço, o TSE diz que, após cinco horas de votação, 191 das 86.187 urnas eletrônicas utilizadas neste segundo turno apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas. Esse número corresponde a 0,22% do total.

    O maior número de trocas aconteceu na cidade de São Paulo, onde 31 urnas foram substituídas. Em seguida, aparece Manaus, com 18.

  24. Os dois candidatos a prefeito da maior cidade do país já votaram. Fernando Haddad (PT) disse que "São Paulo hoje é Brasil"; José Serra (PSDB) citou Chacrinha e disse que a eleição "só acaba quando termina".

  25. Palanque BBC: Moradores da periferia de SP lutam por espaços culturais

    Abandono e falta de investimentos em aparelhos culturais obrigam os próprios habitantes a investir no setor.
  26. Fortaleza

    Os dois candidatos que disputam o segundo turno em Fortaleza já votaram.

    Roberto Claudio, do PSB, votou às 10h, e se disse otimista.

    Elmano de Freitas, do PT, votou um pouco depois, às 11h15. Ele também declarou otimismo com o resultado.

    Segundo o Ibope, a disputa na capital cearense promete ser acirrada. Na última pesquisa, divulgada na noite de sábado, Roberto Claudio tem 51%, e Elmano de Freitas, 49%.

  27. Palanque BBC: Casos de raiva fazem população de São Luís temer cães de rua

    Cidade é a capital brasileira que registra índice mais elevado da doença; causa estaria ligada à alta presença de animais soltos.
  28. Rio Branco

    Após uma série de denúncias, a Polícia Federal do Acre mobilizou todos os seus agentes para coibir a compra de votos.

    Os agentes federais do interior já foram deslocados para a capital, Rio Branco, que pela primeira vez tem segundo turno, disputado por Marcus Alexandre (PT) e Tião Bocalom (PSDB).

  29. Palanque BBC: Em Rio Branco, crianças criam passarelas improvisadas para burlar esgotos

    Capital do Acre tem apenas 21% de seu esgoto coletado e 22 mil domicílios atingidos por valas a céu aberto.
  30. A presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, garante que a votação neste segundo turno transcorre em clima de tranquilidade.

  31. Palanque BBC: Rio em São Gonçalo se transforma em 'depósito de lixo'

    Rio Marimbondo chega a receber desde sacolas plásticas até sofás e cachorros mortos.
  32. Segundo o balanço mais recente divulgado pelo TSE, 266 urnas foram substituídas neste domingo, o que representa 0,31% do total de 86.187 urnas eletrônicas utilizadas nos municípios onde há segundo turno.

    São Paulo registrou o maior número de substituições, com 36 urnas trocadas.

  33. São Paulo

    A votação já foi encerrada em 35 das 50 cidades que têm segundo turno.

    Segundo a pesquisa de boca de urna do Ibope sobre o segundo turno em São Paulo, Fernando Haddad (PT) obteve 57% dos votos, e José Serra (PSDB), 43%.

    A margem de erro é de dois pontos percentuais.

  34. Curitiba

    Em Curitiba, a boca de urna indica vitória de Gustavo Fruet (PDT), com 58% dos votos válidos.

    Ratinho Junior (PSC) obteve 42%.

  35. Curitiba já tem mais de 54% dos votos apurados.

    O candidato do PDT, Gustavo Fruet, lidera com 59,76%. Ratinho Junior (PSC) tem 40,24% dos votos.

  36. Fruet é eleito em Curitiba

    Com 86,56% das seções apuradas, Gustavo Fruet, do PDT, é o prefeito eleito de Curitiba, com 60,70%.

    Seu adversário, Ratinho Junior (PSC), obteve 39,30%% dos votos.

  37. Vitória

    A disputa em Vitória é acirrada. Com 81% das seções apuradas, Luciano Rezende (PPS) tem 52,06% dos votos, e Luiz Paulo (PSDB) tem 47,94%.

  38. Em São Paulo, 9% das seções já foram apuradas. Fernando Haddad (PT) tem 56,46%, e José Serra (PSDB), 43,54%.

  39. Luciano Rezende vence em Vitória

    Luciano Rezende, do PPS, é o prefeito eleito de Vitória. Com a apuração encerrada, ele conquistou 52,73% dos votos.

    Luiz Paulo, do PSDB, ficou com 47,27%.

  40. Florianópolis

    Em Florianópolis, 11% das seções já foram apuradas.

    Cesar Souza Júnior (PSD) tem 57,64% dos votos. Gean Loureiro (PMDB), tem 42,36%.

  41. Terminou a votação em Salvador, Fortaleza e Belém.

    Segundo a pesquisa de boca de urna do Ibope, ACM Neto (DEM) tem 52% dos votos em Salvador. Nelson Pelegrino (PT), tem 48%.

  42. Em Belém, a pesquisa de boca de urna do Ibope indica vitória de Zenaldo Coutinho (PSDB), com 54% dos votos. Seu adversário, Edmilson Rodrigues (PSOL), tem 46%.

  43. Segundo a pesquisa de boca de urna do Ibope em Fortaleza, Roberto Claudio (PSB) tem 53% dos votos, e Elmano (PT) tem 47%.

  44. Encerrada a apuração em Curitiba, Gustavo Fruet (PDT) foi eleito com 60,65% dos votos. Ratinho Junior (PSC) conquistou 39,35%.

  45. Londrina

    Alexandre Kireeff (PSD) foi eleito prefeito de Londrina (PR) com 50,53% dos votos válidos, em uma disputa acirrada. Seu adversário, Marcelo Belinati (PP), terminou a apuração com 49,47%.

  46. Até agora, 16 municípios já elegeram seus prefeitos.

    Em Vila Velha (ES), Rodney Miranda venceu com 55,63% dos votos. Neucimar Fraga (PR), que tentava a reeleição, obteve 44,37% dos votos válidos.

  47. São Gonçalo

    Neilton Mulim (PR) foi eleito prefeito de São Gonçalo (RJ) com 56,22% dos votos válidos. Adolfo Konder (PDT) obteve 43,78%.

  48. Campo Grande também já elegeu seu prefeito. Com 92,89% das seções apuradas, Alcides Bernal (PP) venceu com 62,66%. Edson Giroto (PMDB) ficou com 37,34%.

  49. Cesar Souza Júnior é eleito em Florianópolis

    Encerrada a apuração em Florianópolis (SC), Cesar Souza Júnior (PSD) foi eleito prefeito com 52,64% dos votos válidos. Gean Loureiro (PMDB) teve 47,36%.

  50. Em Niterói (RJ), Rodrigo Neves (PT) conquistou a prefeitura com 52,55% dos votos válidos. Felipe Peixoto (PDT) obteve 47,45%.

  51. São Luís elege Edivaldo Holanda Júnior

    Edivaldo Holanda Júnior (PTC) venceu o segundo turno em São Luís (MA), com 56,05% dos votos válidos. João Castelo (PSDB), obteve 43,95%.

  52. Zenaldo Coutinho vence em Belém

    Em Belém (PA), Zenaldo Coutinho (PSDB) conquistou a prefeitura com 56,62% dos votos. Com 94,70% das urnas apuradas, seu rival, Edmilson Rodrigues (PSOL), obteve 43,52%.

  53. Carlos Eduardo conquista prefeitura de Natal

    Em Natal (RN), com 95,27% das urnas apuradas, Carlos Eduardo (PDT) foi eleito com 57,96%. Hermano Moraes (PMDB) ficou com 42,04% dos votos válidos.

  54. Haddad vence em SP com 56% dos votos

    Fernando Haddad (PT) foi eleito prefeito de São Paulo com 56,03% dos votos válidos.

    Com 92,24% das urnas apuradas, José Serra (PSDB) conquistou 43,97% dos votos.

  55. Vitória do PT em São Paulo tem repercussão nacional

    Em conversa com a BBC Brasil, o professor João Luiz Passador, do Centro de Estudos em Gestão e Políticas Públicas Contemporânea da USP de Ribeirão Preto (SP), diz que "a vitória do de Haddad (PT) em São Paulo tem um grande significado".

    "Por um lado mostra que o paulistano deu um recado à administração Kassab, identificando Serra como seu aliado. Mas, além do fator local, a eleição foi espaço mais uma vez de um grande embate nacional, com PT e PSDB, dois partidos com origem paulista, rivalizando."

    Para Passador, "a presidente Dilma deve estar muito satisfeita, já que a base de sustentação do governo saiu vitoriosa, com muitas conquistas eleitorais".

    "Já o governador Alckmin deve estar muito preocupado, já que o PT de Haddad deve fazer uma gestão visando o governo do Estado, onde o PSDB governa há 17 anos", diz Passador.

  56. Mauro Mendes é eleito em Cuiabá

    Em Cuiabá (MT), onde 96,51% das urnas já foram apuradas, Mauro Mendes (PSB) conquistou a prefeitura com 54,60% dos votos. Lúdio Cabral (PT) ficou com 45,40%.

  57. Luciano Cartaxo conquista João Pessoa

    Luciano Cartaxo (PT) conquistou a prefeitura de João Pessoa (PB) com 68,13% dos votos. Cicero Lucena (PSDB) ficou com 31,87%.

  58. Em Campinas (SP), Jonas Donizette (PSB) recebeu 57,69% dos votos válidos e derrotou Marcio Pochmann (PT), que ficou com 42,31%.

  59. Artur Virgílio vence em Manaus

    Artur Virgílio Neto (PSDB) conquistou a prefeitura de Manaus (AM) com 66,75% dos votos válidos. Ele derrotou Vanessa Grazziotin (PC do B), que obteve 33,25%.

  60. Terminou a apuração em Macapá (AP). Clécio Vieira (PSOL) obteve 50,59% dos votos, derrotando Roberto Góis (PDT), que ficou com 49,41%.

  61. Em Porto Velho (RO), com 96,66% das urnas apuradas, Mauro Nazif (PSB) obteve 63,36% dos votos válidos e conquistou a prefeitura. Lindomar Garçon (PV) ficou com 36,64%.

  62. Fortaleza elege Roberto Claudio

    Roberto Claudio (PSB) é o prefeito eleito de Fortaleza (CE) com 53,15% dos votos. Elmano de Freitas (PT) obteve 46,85%.

  63. ACM Neto conquista prefeitura de Salvador

    Com 95,61% das urnas apuradas, ACM Neto (DEM) conquistou a prefeitura de Salvador (BA). Ele obteve 53,81% dos votos válidos, derrotando Nelson Pelegrino (PT), que ficou com 46,19%.

  64. Firmino Filho (PSDB) conquistou a prefeitura de Teresina (PI) com 51,53% dos votos válidos. Ele derrotou Elmano Férrer (PTB), que obteve 48,47%.

  65. Em seu discurso de vitória, o prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que vai derrubar "o muro da vergonha que separa a cidade rica da cidade pobre".

    Haddad agradeceu à presidente Dilma Rousseff, ao ex-presidente Lula e aos moradores de São Paulo. Também agradeceu a seus adversários, "que me obrigaram a extrair o melhor de mim".

  66. Terminou a apuração na última capital. Marcus Alexandre (PT) conquistou a prefeitura de Rio Branco (AC) com 50,77% dos votos válidos, após uma disputa acirrada com Tião Bocalom (PSDB), que ficou com 49,23%.

  67. O candidato derrotado à prefeitura de São Paulo, José Serra (PSDB), desejou boa sorte ao adversário, Fernando Haddad (PT), eleito neste domingo.

    No discurso em que admitiu a derrota, Serra agradeceu aos "2,6 milhões de eleitores que confiaram em nós" e disse que termina a campanha com energia, ideias e disposição maiores do que quando começou. "Saio revigorado", disse.

  68. Fernando Haddad e Nádia Campeão (Foto: ABr)

    O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), comemorou a vitória ao lado da vice, Nádia Campeão.

  69. Encerrada a votação neste domingo, um balanço dos dois turnos das eleições municipais mostra que o PSB conquistou cinco capitais – Belo Horizonte e Recife no primeiro turno, Fortaleza Cuiabá e Porto Velho no segundo.

    O PSDB levou quatro capitais: Maceió, Manaus, Belém e Teresina.

    O PT conquistou a prefeitura da maior cidade do Brasil, São Paulo, além de Goiânia, João Pessoa e Rio Branco.

Decisão no 2º turno

Atualizado em 28 outubro, 2012

  • Cerca de 31,7 milhões de eleitores estão aptos a votar em seus candidatos a prefeito em 50 cidades, incluindo 17 capitais.
  • Nas capitais, partidos mais presentes em disputas são o PSDB, com oito candidatos no segundo turno, e o PT, com seis.
  • Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, os dois partidos se enfrentam no embate entre José Serra e Fernando Haddad.

Participe da nossa cobertura

Envie comentários para as nossas páginas no Facebook e no Twitter

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.