Entenda o que está em jogo na transição de poder na China

Atualizado em  3 de novembro, 2012 - 08:56 (Brasília) 10:56 GMT
China / Reuters

Congresso do Partido Comunista chinês ocorre a cada cinco anos

O Partido Comunista Chinês, que governa a China em regime de legenda única, encerrou nesta semana seu congresso, no qual foram definidos os nomes dos líderes que governarão o país pelos próximos dez anos, a partir de 2013. Analistas preveem que essas alterações terão um impacto profundo sobre o futuro do país.

A China é hoje a segunda maior economia do planeta e desempenha um papel cada vez mais importante no cenário internacional. Como resultado, a reunião foi acompanhada atentamente em todo o mundo.

A BBC fez um apanhado dos temas mais importantes que serão debatidos. Confira.

O que é o Congresso do Partido Comunista?

O Congresso do Partido Comunista Chinês é realizado a cada cinco anos e é uma plataforma para o anúncio de novas políticas e mudanças na liderança do PC, que governa o país desde 1949.

Mais de 2.200 delegados de toda a China se reuniram em Pequim para participar do evento, que começou no dia 8 de novembro e terminou nesta semana.

Os congressos visam ser exibições cuidadosamente coreografada de poder e unidade, mas a maior parte dos eventos ocorre tradicionalmente atrás de portas fechadas.

Muitas das decisões - senão todas - costumam ser tomadas a partir de acordos entre os líderes mais importantes antes do início do evento.

Por que este congresso é importante?

O congresso deste ano foi particularmente importante porque anunciou mudanças na liderança do partido que só acontecem uma vez a cada dez anos.

O partido estabelece limites rigorosos de idade para seus líderes e sete dos atuais nove membros do poderoso Comitê Permanente do Politburo - a mais alta instância de poder na China - devem deixar seus cargos. Entre eles, o presidente Hu Jintao - chefe do partido e o Chefe de Estado da China - e o premiê Wen Jiabao, que é como um primeiro-ministro, encarregado de governar.

Imediatamente após o final do congresso, uma nova liderança será anunciada aos jornalistas reunidos. Um a um, os líderes sairão do recinto em ordem de importância.

A nova liderança vai governar a China pelos próximos dez anos.

Quem serão os novos líderes da China?

Wen Jiabao / Reuters

Primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, será substituído ao fim do congresso do Partido Comunista

Após o congresso, o vice-presidente Xi Jinping foi anunciado como substituto de Hu Jintao como secretário-geral do partido e presidente de Estado, a partir do início do ano que vem.

Xi pertence a um grupo seleto de altos oficiais do partido que são descendentes de ex-grandes líderes. Seu pai foi um dos heróis da Revolução Chinesa que, durante o perído de radicalização da Revolução Cultural, nos anos 60, caiu em desgraça.

Com isso, Xi e sua família foram para o interior do país, onde ele deu início à sua trajetória política, trabalhando com camponeses. O futuro líder chinês também passou uma temporada nos Estados Unidos na juventude

O vice-primeiro-ministro Li Keqiang, um aliado importante de Hu Jintao, substituirá Wen Jiabao como primeiro-ministro.

Wang Qishan foi escolhido como vice-premiê e o principal responsável por decisões econômicas.

O Comitê Permanente do Politburo acabou sendo encolhido, de nove para sete membros, como uma tentativa de simplificar o processo de tomada de decisões.

Os novos líderes são considerados reformistas moderados.

Como são selecionados os novos líderes?

Em teoria, o congresso do partido elege membros do Comitê Central que, por sua vez, elegem o Politburo - incluindo o Comitê Permanente.

Na prática, no entanto, o processo tem sido de cima para baixo e não de baixo para cima, e o congresso é na realidade um carimbo para as decisões dos líderes no topo.

Antigamente, quando o partido era comandado por Mao Tsé-Tung - o líder revolucionário mais reverenciado pelo PC chinês - e Deng Xiaoping, a própria cúpula indicava seus sucessores.

Terminada a era dos líderes todo-poderosos, a seleção de sucessores tornou-se um processo obscuro, marcado por intrigas e toma-lá-dá-cás entre várias facções do partido e grupos de interesses diversos.

Embora muitos acreditassem que Li Keqiang fosse o candidato favorito de Hu Jintao, Xi Jinping emergiu no topo porque era uma opção aceitável para todas as facções do partido.

Qual é a diferença em relação aos novos líderes?

Vice-presidente chinês Xi Jinping deverá ser o próximo secretário-geral do PC

Os defensores de reformas estão pedindo à nova liderança que faça mudanças urgentes para impedir que problemas econômicos e sociais gerem uma crise que enfraqueça o poder do PC chinês.

Em particular, eles advertem que, sem reforma política, há riscos de que os poderes ilimitados do Estado sufoquem o crescimento do país e exacerbem o descontentamento popular.

Segundo relatos recentes, Xi Jinping disse ter ouvido chamados para que ele escolha um caminho mais ousado.

Porém, quaisquer reformas mais radicais podem encontrar a oposição de poderosos grupos, incluindo as próprias facções do partido que escolheram os novos líderes.

O que acontece com os líderes que se aposentam?

Com frequência, líderes chineses aposentados continuam a exercer grande influência por trás dos bastidores.

Após Jiang Zemin ter deixado o posto de líder do partido em 2002, ele continuou a liderar a Comissão Militar Central por dois anos, estabelecendo um precedente que Hu Jintao talvez venha agora a seguir.

Mesmo os membros idosos sem cargos oficiais podem continuar ativos, especialmente nos períodos que antecedem renovações na liderança.

Ambos Jiang e seu rival Li Ruihuan, um ex-líder próximo de Hu Jintao, teriam, segundo relatos, feito aparições públicas de forma a fortalecer suas próprias facções.

Com os anciãos do partido ainda no controle, os novos líderes podem ficar limitados em termos de sua atuação logo após assumir o cargo.

Qual é o grau de transparência do regime chinês?

A China iniciou seu processo de abertura para o mundo em 1978. Hoje, observadores internacionais sabem muito mais sobre o povo e a sociedade chineses do que em qualquer outro momento na história.

Entretanto, o sistema político na China continua obscuro e secreto.

Por exemplo, não se ouvia falar de Xi Jinping há duas semanas, antes do início do congresso. Faltando poucos dias para o início do evento, circularam uma série de rumores pela internet, alimentados pelo silêncio das autoridades.

O documento formulado ao final do congresso, o aguardado "relatório político" de Hu Jintao, entregue no dia 8 de novembro.

O documento apresentou, em meio ao indecifrável jargão que caracteriza discursos políticos na China, pistas preciosas sobre o pensamento do atual PC chinês, ao fazer referência à necessidade de erradicar a corrupção que, segundo ele, ameaçaria tanto o Partido Comunista Chinês como o próprio Estado.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.