Pesquisa global mostra 'vitória' de Obama fora dos EUA

Atualizado em  5 de novembro, 2012 - 13:37 (Brasília) 15:37 GMT
Obama e Romney

Obama faz campanha em Ohio e Romney fala com eleitores na Virgínia

Uma pesquisa global feita com mais de meio milhão de entrevistados em 36 países do mundo afirma que a maioria das pessoas fora dos Estados Unidos prefere o presidente Barack Obama ao republicano Mitt Romney nas eleições presidenciais americanas.

No Brasil, Obama tem a preferência de 90% dos entrevistados, contra 10% que disseram apoiar Romney, segundo pesquisa encomendada pelo portal de notícias MSN, na Grã-Bretanha.

Computando-se todas as 570 mil entrevistas, Obama foi o preferido de 81% das pessoas, contra 19% de Romney. O atual presidente foi o escolhido em todos os países, com exceção da China, onde 52% das pessoas disseram preferir Romney, contra 48% pró-Obama.

A preferência por Obama foi maior na Europa - onde ele atingiu índices como 94% (Portugal), 93% (Áustria, Bélgica e Finlândia) e 92% (Alemanha).

Os dados são semelhantes ao de uma pesquisa encomendada pela BBC no mês passado, que indicou preferência por Obama em 20 de 21 países pesquisados. O levantamento internacional feito a pedido da BBC mostrou que o democrata é o preferido de 50% das pessoas, em 2000, contra 9% de Romney. Os demais estariam indiferentes à disputa.

Pesquisa global

Alemanha: Obama 92%, Romney 8%

Argentina: Obama 83%, Romney 17%

Brasil: Obama 90%, Romney 10%

China: Obama 48%, Romney 52%

França: Obama 88%, Romney 12%

Grã-Bretanha: Obama 85%, Romney 15%

Índia: Obama 64%, Romney 26%

Japão: Obama 75%, Romney 25%

México: Obama 88%, Romney 12%

Rússia: Obama 73%, Romney 27%

América Latina: Obama 79%, Romney 21%

Oriente Médio: Obama 79%, Romney 21%

Total: Obama 81%, Romney 19%

No Brasil, o levantamento da BBC mostrou que 65% torcem por uma vitória de Obama. Neste levantamento, o único país onde houve preferência por Romney foi o Paquistão.

Esforço final

Nos Estados Unidos, os candidatos intensificam seus esforços nos Estados que são vistos como cruciais na disputa eleitoral.

Pelo sistema eleitoral americano, o vencedor na corrida à Casa Branca precisa conquistar 270 votos do colégio eleitoral - formado por representantes com base na população de cada Estado. As pesquisas indicam que, na maioria dos Estados, os eleitores já se decidiram por Romney ou Obama.

A decisão caberá a poucos Estados onde o quadro ainda está indefinido. Um deles é Ohio, onde ambos os candidatos fizeram campanha no último fim de semana antes das eleições.

Uma pesquisa publicada no domingo pelo instituto Columbus Dispatch mostrou que Obama e Romney estão empatados tecnicamente, com ligeira vantagem do presidente americano (50% a 48%).

Após passar por New Hampshire e Flórida, Obama participou de um comício na cidade de Cincinnati ao lado do cantor Stevie Wonder. Já Romney, fez um discurso atacando Obama na cidade de Cleveland. O republicano também fez campanha na Pensilvânia, um Estado tido como já vencido por Obama, mas que - segundo os assessores de Romney - ainda está em aberto.

Nesta segunda-feira, os candidatos fazem os últimos comícios antes do pleito, que será realizado na terça-feira. Obama fará um comício ao lado do cantor Bruce Springsteen em Wisconsin, e depois seguirá para Iowa e Ohio novamente.

Já Romney realizará atos em Virgínia, New Hampshire, Ohio e Flórida - o maior colégio eleitoral indefinido nos Estados Unidos, onde os republicanos estão em vantagem.

Leia mais sobre esse assunto

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.