Cacatua surpreende cientistas ao fabricar e usar ferramentas

Atualizado em  6 de novembro, 2012 - 14:20 (Brasília) 16:20 GMT

Player

Vídeo mostra animal usando pedaço de madeira para puxar castanha colocada do lado de fora de sua gaiola.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma cacatua em cativeiro surpreendeu pesquisadores ao fabricar e usar espontaneamente "ferramentas" para conseguir alcançar alimentos.

Um grupo de pesquisadores gravou imagens do animal, uma cacatua de Goffin, quebrando pedaços de madeira para usá-los para alcançar castanhas do lado de fora de sua gaiola.

Os pesquisadores acreditam que a cacatua, batizada de Figaro, é o primeiro papagaio observado construindo ferramentas.

O estudo, publicado na revista especializada Current Biology, foi feito em um aviário perto de Viena por cientistas da Universidade de Oxford, da Universidade de Viena e do Instituto Max-Planck para Ornitologia, da Alemanha.

Sofisticação

Cacatua Figaro puxa castanha com galho

Cacatua Figaro moldou galho e o utilizou para 'pescar' castanha do lado de fora de sua gaiola

"Ninguém havia jamais registrado um papagaio esculpindo uma ferramenta a partir de um pedaço de madeira sem forma para usar posteriormente com grande sofisticação", afirmou à BBC um dos co-autores do estudo, Alex Kacelnik, da Universidade de Oxford.

Já se sabia que pássaros da família dos corvídeos, como os corvos da Nova Caledônia, fazem ferramentas no seu habitat natural, mas essa habilidade é raramente observada em outras espécies de pássaros.

Pesquisadores foram alertados para a capacidade de Figaro quando ele brincava com uma pedrinha e acidentalmente a deixou cair do lado de fora de sua gaiola.

Após algumas tentativas infrutíferas de alcançá-la com seu bico, Figaro usou um galho do chão do aviário para tentar pescar o objeto, manuseando-o com seu bico.

Os pesquisadores fizeram então uma série de testes colocando castanhas do lado de fora da gaiola da cacatua e gravaram os resultados.

A velocidade de Figaro na construção das ferramentas melhorou ao longo dos testes.

Inteligência

No primeiro teste, Figaro tentou sem sucesso alcançar a castanha com um galho que era curto demais.

Ele então fez sua própria ferramenta ao arrancar com o bico grandes pedaços de madeira de uma tora.

Quando eles estavam no tamanho e na forma correta para serem usadas como ferramentas, ele então os usou com sucesso para puxar as castanhas.

Os pesquisadores repetiram o exercício em dez testes ao longo de três dias. Figaro conseguiu a cada vez fazer e usar as ferramentas para puxar a castanha.

"É como se ele tivesse descoberto uma solução e então tivesse conseguido aplicá-la", afirmou Kacelnik.

Mas ele afirma que "ninguém consegue ainda entender em que sentido o uso de ferramentas requer um nível muito alto de inteligência".

Apesar de Figaro ser a única cacatua de Goffin observada até hoje fabricando e usando ferramentas, Kacelnik diz que esse comportamento poderia mostrar um "nível de inteligência para a solução de problemas" na espécie.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.