Fotógrafo registra beleza e decadência de prédios em Havana

Atualizado em  27 de dezembro, 2012 - 06:57 (Brasília) 08:57 GMT
  • Carro Amarelo, Havana, 2010 © Michael Eastman
    Coloridos e danificados, os interiores e exteriores dos prédios antigos de Havana são mostrados em uma nova exposição das obras de Michael Eastman, na galeria Michael Hoppen, de Londres.
  • Parede Abstrata  © Michael Eastman
    A série Havana, do fotógrafo americano, registra a textura e a decadência arquitetônica na cidade cubana.
  •  © Michael Eastman
    As casas, que já foram lares para pessoas ricas, têm fachadas decoradas e atualmente podem vistas como parte do cenário onde décadas de sanções dos EUA deixaram a cidade como um museu vivo de carros e prédios antigos.
  • Mulher em uma Porta, Havana  © Michael Eastman
    'A ênfase de Eastman é no esplendor sutil destes prédios em ruínas, a beleza inerente da decadência', afirma a galeria Michael Hoppen.
  • Parede Abstrata © Michael Eastman
    As fotos foram feitas durante a quarta viagem de Eastman a Cuba, com uma câmera analógica, 4X5.
  • Teatro Hollywood, Havana © Michael Eastman
    Para a galeria em Londres, a 'técnica de longa exposição e uma lente grande angular captura um campo de visão realista, cores e luzes autênticas'.
  • Interior Verde, Havana © Michael Eastman
    As fotos de Eastman revelam a vida passada dos prédios. Retângulos de cores mais claras parecem fantasmas dos quadros que já passaram pelas paredes.
  • Sala de Mercedes, Havana © Michael Eastman
    Muitas imagens do fotógrafo americano provocam a nostalgia do passado cubano.
  • Fachada Azul © Michael Eastman
    As fotografias de Eastman já foram publicadas por revistas como 'Time', 'Life' e 'American Photographer'. Seu trabalho está nas coleções permanentes do Metropolitan Museum of Arte, The Art Institute of Chicago, entre outros. Todas as fotos: © Michael Eastman

Em ruínas

O fotógrafo americano Michael Eastman registrou as fachadas e interiores de prédios antigos de Havana.

Coloridos e danificados, os prédios retratados estão na nova exposição do fotógrafo na galeria Michael Hoppen, de Londres.

Com a série Havana, Eastman registra a textura e a decadência arquitetônica da capital cubana.

As casas, que já foram lares para pessoas ricas, têm fachadas decoradas e atualmente podem ser vistas como parte do cenário onde décadas de sanções dos EUA deixaram a cidade como um museu vivo de carros e prédios antigos.

As fotos foram feitas durante a quarta viagem de Eastman a Cuba, com uma câmera analógica.

As fotos de Eastman revelam a vida passada dos prédios. Retângulos de cores mais claras parecem fantasmas dos quadros que já passaram pelas paredes.

As fotografias de Eastman já foram publicadas por revistas como Time, Life e American Photographer. Seu trabalho está nas coleções permanentes do Metropolitan Museum of Art e do The Art Institute of Chicago, entre outros.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.