Intervenção no Mali terminará em semanas, diz ministro francês

Atualizado em  14 de janeiro, 2013 - 06:29 (Brasília) 08:29 GMT

O ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, disse que a intervenção militar do seu país no Mali, iniciada na sexta-feira, será encerrada em uma questão de semanas.

Fabius rejeitou qualquer semelhança entre a operação, lançada para deter o avanço de militantes islâmicos rumo ao sul do Mali, e a operação militar liderada pelos Estados Unidos contra o Talibã no Afeganistão, que já dura 11 anos.

Nas últimas horas aviões franceses bombardearam campos de treinamento e a infraestrutura controlada pelos rebeldes nas cidades de Gao e Kidal, no nordeste do país africano.

De acordo com Fabius, o avanço rebelde rumo ao sul foi interrompido com a intervenção francesa.

Centenas de soldados de países vizinhos ao Mali, uma antiga colônia francesa, estão se preparando para se juntar às forças francesas.

O Conselho de Segurança da ONU tem nesta segunda-feira uma reunião para discutir a ofensiva.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.