Infográfico mostra fluxo de pessoas na boate Kiss na noite da tragédia

Atualizado em  28 de janeiro, 2013 - 14:59 (Brasília) 16:59 GMT

O Brasil está em luto nacional de três dias por conta da tragédia de domingo na boate Kiss, em Santa Maria (RS), onde um incêndio deixou ao menos 231 vítimas fatais.

Três pessoas foram detidas em conexão com o caso na manhã desta segunda: o dono da casa noturna, o vocalista da banda que tocava no local e um responsável pela segurança da banda.

Enquanto se investigam as responsabilidades pelo ocorrido, veja abaixo um infográfico da boate e o que se acredita, até agora, que tenha ocorrido na noite da tragédia:

Boate Kiss, por volta de 2h15 da madrugada de domingo, 27 de janeiro

Palco: Faíscas de um sinalizador, usado por um membro da banda que tocava no local, fez com que o material acústico do teto pegasse fogo, liberando fumaça tóxica. Mais tarde, um membro da banda disse a uma rádio local que o extintor de incêndio do lugar não funcionou quando eles tentaram acioná-lo.

Área principal: À medida que o fogo saía do controle, centenas de pessoas do público - na maioria estudantes universitários da cidade - tentaram se dirigir ao que acharam que eram saídas de emergência.

Banheiros: Muitos dos que entraram nos banheiros acabaram morrendo prensados e asfixiados, ao confundir a porta do local com uma saída. Dezenas de corpos foram encontrados nos banheiros pelos bombeiros.

Entrada/saída: Segundo sobreviventes e a polícia, alguns seguranças tentaram, a princípio, impedir a saída das pessoas que não tinham pago suas comandas. No entanto, outras testemunhas dizem que, ao perceberem a gravidade do incêndio, os seguranças ajudaram no resgate.

Fora da casa noturna: Uma barreira na porta também prejudicou a saída das pessoas. Quando a magnitude do incêndio ficou evidente, voluntários ajudaram os bombeiros a abrir buracos na parede da casa noturna para auxiliar o resgate.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.