Jornalistas são presos após morte de agentes de vacinação na Nigeria

Massacre na Nigéria. Direito de imagem AFP Getty Images
Image caption Religiosos incitaram violência dizendo que vacinação causava infertilidade

Dois jornalistas nigerianos foram presos após a morte de nove agentes de vacinação na última semana no norte da Nigéria.

Em entrevista à BBC, o chefe da polícia do Estado de Kano, Ibrahim Idris, disse que os jornalistas haviam incitado a população local a se opor à vacinação.

Eles haviam feito críticas pesadas em um programa de rádio e serão agora indiciados por homicídio culposo.

As nove agentes de vacinação foram executadas em postos de saúde no norte do país.

Líderes muçulmanos do norte da Nigéria também fizeram sermões condenando a campanha de vacinação de pólio, dizendo que a vacina causa infertilidade e seria uma conspiração ocidental para reduzir a população muçulmana.