Onda de frio dizima trupe de circo de pulgas na Alemanha

Foto de arquivo de circo de pulgas alemão (AP)
Image caption Pulgas não resistiram às temperaturas abaixo de zero

Toda a "trupe" de um circo de pulgas foi vitimada pela forte onda de frio que afeta a Alemanha neste início de primavera no hemisfério Norte.

O diretor do circo, Robert Birk, disse à BBC ter encontrado, na semana passada, cerca de 300 pulgas dentro da caixa em que elas eram transportadas.

Foi a primeira vez que o frio matou de uma vez só um grupo tão grande de pulgas, disse Birk, que agora tenta repor os insetos.

O acadêmico especialista em insetos Heiz Mehlhorn conseguiu treinar 60 pulgas substitutas a tempo de participar de uma apresentação em uma feira ao ar livre no último domingo em Mechernich-Kommern, no oeste do país.

A Alemanha enfrenta uma onda de frio excepcional para esta época do ano, com nevascas e temperaturas oscilando entre próximas de 0º C ou abaixo.

'Fatal'

Birk - que garantiu que o episódio não é uma piada de 1º de abril - disse que foi "muito difícil" descobrir que seu pequeno circo havia sido devastado pelo frio.

"É difícil saber quando as temperaturas abaixo de zero serão fatais para as pulgas", declarou à BBC. "Mas o show tem que continuar."

Michael Faber, que organiza a feira ao ar livre, disse que as pulgas substitutas conseguiram salvar a apresentação e espera que "possamos superar isso (a frente fria) sem mais nenhuma baixa".

Notícias relacionadas