Homem consegue escapar após ter cabeça mordida por crocodilo

Francês teve ferimentos na nuca (foto: AP)
Image caption Ataques de crocodilo têm sido frequentes na região australiana

Um francês conseguiu escapar do ataque de um crocodilo de água salgada que o abocanhou pela cabeça enquanto ele nadava numa praia na cidade de Nhulunbuy, no Estado de Território do Norte, na Austrália.

Yoann Galeran, de 29 anos, nadava a 15 metros da costa para buscar um pequeno bote inflável quando foi surpreendido pelo réptil, que teria 2,5 metros de comprimento.

"Ele foi direto para o topo da minha cabeça e, ao afundar, tentou fazer aquele movimento giratório", relembra Galeran.

O homem contou ter socado o crocodilo várias vezes até que conseguiu se soltar e nadar outros quatro metros até o bote.

"Eu dei muita sorte e acho que se o crocodilo fosse maior, estaria sem cabeça agora", disse ele à rede de TV australiana ABC News.

Galeran levou pontos na cabeça, no pescoço e nos ombros.

Relatos dizem que o crocodilo estaria na região há algumas semanas. Em entrevista ao jornal australiano The Sydney Morning Herald, o francês disse que estava escuro na hora do incidente e que não viu a aproximação do animal.

Ataques fatais de crocodilos de águas salgadas, espécie protegida desde 1970, ainda são raros, apesar de os animais serem numerosos no Estado de Território do Norte.

Em dezembro, um menino morreu após ser arrastado por um crocodilo para dentro da água e, semanas antes, restos humanos foram encontrados dentro do estômago de um crocodilo depois que uma menina desapareceu.

Notícias relacionadas