Exposição na Inglaterra destaca parceria entre David Bowie e fotógrafo

  • 3 maio 2013

Parceria histórica

Uma coleção única de imagens feitas pelo fotógrafo de moda britânico Brian Duffy está em cartaz na Inglaterra, incluindo imagens de bastidores de astros como o cantor David Bowie.

A exposição marca o 40º aniversário de um dos trabalhos mais famosos de Duffy, a famosa capa do álbum de Bowie Aladdin Sane, de 1973.

Para criar a capa, foi decidido que o flash se concentraria no rosto de Bowie. Duffy se inspirou em objetos comuns de seu estúdio e, juntamente com o maquiador Pierre La Roche, copiou o raio vermelho e azul de uma panela da marca National Panasonic, que estava no local.

A ''Coleção Duffy'' reúne imagens feitas durante cinco sessões com David Bowie e que foram divulgadas juntamente com a grande exposição no Museu Victoria and Albert, de Londres, sobre o cantor.

A mostra também inclui fotos de outras três capas de álbuns de Bowie e documenta a relação especial que Duffy teve com o artista durante um período de cerca de dez anos.

Além de registrar a carreira e as reinvenções de Bowie, a coleção mostra retratos dos que eram mais próximos do popstar, além de imagens de bastidores nunca vistas antes, como os momentos em que Bowie era maquiado antes das fotos.

A parceria entre Duffy e Bowie se estendeu desde o álbum Ziggy Stardust (1972) até The Lodger (1979) e também inclui fotos do set do filme O Homem que Caiu na Terra (1976).

Em 1979, Duffy desistiu da fotografia e queimou muitos de seus negativos. Mas, graças ao trabalho do Duffy Archive, organização estabelecida em 2007, muitos negativos e copiões (cópias positivas) feitos para publicações britânicas e internacionais foram recuperados.

A exibição está na galeria White Cloth, em Leeds, na Inglatterra, até o dia 15 de julho.