Rebeldes podem ter usado armas químicas na Siria, diz ONU

A comissão da ONU que investiga crimes ocorridos na atual guerra civil na Síria disse haver indícios de que grupos rebeldes no país teriam usado armas químicas.

A promotora da comissão da ONU, Carla del Ponte, afirmou que testemunhos de vítimas e de médicos sírios levam a crer que combatentes que lutam contra o governo do presidente Bashar al Assad teriam utilizado gás sarin.

Mas a promotora disse que não há provas conclusivas, e que mais investigações são necessárias.