Condenação de Berlusconi pode fragilizar coalizão na Itália

Berlusconi e Ruby Reuters)
Image caption Ex-premiê foi condenado por ter tido relações sexuais com jovem que à época era menor de idade

O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, foi sentenciado nesta segunda-feira a sete anos de prisão e proibido de concorrer a cargos públicos por acusações de ter tido relações sexuais com uma garota de programa menor de idade.

Berlusconi, de 76 anos, recorre da sentença em liberdade. Tanto ele como a garota em questão, a marroquina Karima El Mahroug (conhecida como Ruby), negam ter tido relações sexuais.

O caso deve ter importantes ramificações políticas na Itália, segundo a avaliação de analistas. A condenação pode enfraquecer a coalizão de governo do atual primeiro-ministro, Enrico Letta, que depende do apoio do partido de Berlusconi, Povo da Liberdade (centro-direita).

Apesar de o ex-primeiro-ministro ter declarado sua lealdade a Letta, muitos analistas avaliam que ele pode se retirar da coalizão se concluir que não está recebendo o devido apoio por parte do governo.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, apesar de ão ter nenhum papel oficial no governo atual, Berlusconi ocupa o cargo de senador e tem grande influência na já fágil coalizão de governo, firmada entre seus aliados e a centro-esquerda após eleições em fevereiro.

Festas 'bunga-bunga'

Berlusconi está envolvido em outros casos judiciais. Em outubro de 2012, ele foi condenado a quatro anos de prisão por fraude fiscal, sentença da qual também recorre.

Nesta segunda, ele foi condenado por ter pago para ter relações sexuais com Mahroug, em 2010, época em que ela tinha 17 anos, e por abuso de poder (por ter conseguido a libertação de Mahroug quando ela foi detida por um pequeno furto). "Vou resistir a essa perseguição, porque sou totalmente inocente", defendeu-se.

Já a Promotoria alega que as mulheres das famosas festas dadas por Berlusconi eram parte de um sistema de prostituição orquestrado para a satisfação pessoal do político.

Ainda que ter relações com prostitutas não seja crime na Itália, fazer sexo com menores de idade é crime punido com prisão.

Berlusconi só terá de cumprir a pena se a condenação for mantida em todo o longo processo de recursos na Justiça italiana. Mesmo assim, pode não precisar cumprir a pena pelo fato de a Justiça oferecer benefícios para pessoas com mais de 70 anos.

Notícias relacionadas